segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Novak Djokovic
Novak Djokovic encosta em Roger Federer no ranking da ATP


O sérvio Novak Djokovic, número 3 do mundo, colou no suiço Roger Federer, 2º colocado, no ranking da ATP, Associação dos Tenistas Profissionais, divulgado nesta segunda-feira. Os dois vão brigar pela vice-liderança durante os Masters de de Indian Wells e Miami. O tenista de Belgrado tem 7880 pontos, apenas 85 a menos que o atleta de Basileia, que possui 7965. Em fevereiro, Nole não terá como lutar pela vice-liderança pois defende 500 pontos pelo título de Dubai. Contudo, durante os torneios em Indian Wells e Miami, Djokovic e Federer devem ter uma disputa feroz pela segunda colocação. Como cada evento premia o campeão com 1.000 e cada vice com 600, tudo se torna possível. Enquanto isso, o espanhol Rafael Nadal segue firme na liderança. O canhoto de Manacor repetiu os 360 pontos das quartas de final do ano passado e se manteve com 12390. A vantagem de Nadal para Federer é de 4,4 mil pontos, algo equivalente a mais de dois Grand Slams. Ele deve manter a liderança até o início da temporada no saibro, em abril, quando defenderá 5 mil dos títulos em Roma, Madri, Monte Carlo e Roland Garros.

Fonte: ClicEsportes

sábado, 29 de janeiro de 2011




Após cirurgia em São Paulo, Tiririca terá alta no domingo

Um dia após ser internado para uma cirurgia, a assessoria de imprensa do deputado federal eleito Tiririca (PR) informou que ele terá alta médica do Hospital Sírio-Libanês (em São Paulo) na manhã de domingo. O último boletim, divulgado neste sábado, informa que o humorista se recupera bem do procedimento realizado para retirar pedras na vesícula. A cirurgia foi feita sem problemas e não teve caráter de urgência. Segundo a assessoria, Tiririca preferiu antecipar o procedimento por conta da sua posse na Câmara dos Deputados, na próxima terça-feira. É a segunda internação pelos mesmo motivo: no mês passado, ele ficou internado em hospital de Fortaleza (CE) após se sentir mal, devido às pedras na vesícula. Tiririca foi eleito com a maior votação do país em outubro passado, com cerca de 1,5 milhão de sufrágios. A campanha foi marcada pela polêmica, por conta do uso de slogans inusitados em suas propagandas na televisão ("Vote no Tiririca, pior do que tá não fica", "Não sei o que faz um deputado, mas vote em mim que depois eu te conto" e "Se não votarem em mim, eu vou morrê-ê!"). Após sua eleição, foi acusado de falsidade ideológica por suspeita de analfabetismo, mas foi absolvido após testes realizados pela Justiça Eleitoral paulista.

Fonte: Portal SRZD

O Brasil concedeu refúgio político ao escritor e ex-militante político Cesare Battisti, negando a extradição pedida pelo governo italiano. Battisti ainda está preso à espera da libertação a ser concedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na volta do recesso a partir de 3ª feira próxima. Tudo decidido dentro do mais estrito respeito às leis. Mas, a Itália quer continuar a alimentar a polêmica. Agora veio uma carta do presidente da Itália, Giorgio Napolitano, para a presidenta Dilma Rousseff cobrando uma decisão sobre o que já está decidido: pedindo a extradição de Césare Battisti. Na resposta a chefe do Estado brasileiro reitera que manterá a deliberação de seu antecessor, o presidente Lula, de conceder refúgio político e não extraditar o escritor. Só pode ser mesmo coisa do governo direitista, neofascista do 1º ministro fanfarrão Sílvio Berlusconi! Cada vez mais o governo Berlusconi se parece com uma ditadura latino-americana, com um presidencialismo ditatorial e oligárquico. Ele mantém controle e censura à mídia, usa o poder para fins pessoais e empresariais, aprova leis que eliminam a autonomia e independência do Judiciário e do Ministério Público, tudo para consolidar seu poder centralizador sobre a imprensa e favorecer os negócios de seu grupo empresarial e dos amigos. Como vemos uma perfeita caricatura das ditaduras familiares e oligárquicas latino-americanas.

Fonte: Correio do Brasil
Haiti: segunda volta das eleições marcada para 20 de Março
 
A segunda volta das eleições gerais no Haiti ficou marcada para 20 de Março, segundo informou o Conselho Eleitoral Provisório. O organismo publicará os resultados da primeira volta quarta-feira.Quarta-feira o partido no poder, Unidade Nacional, anunciou a retirada da candidatura presidencial de Jude Celéstin, a favor do cantor Michel Martelly, que assim disputará a segunda volta con a ex-primeira-dama Mirlande Manigat. Jude Celéstin era acusado de ter beneficiado de fraude eleitoral por Martelly. As eleições gerais elegem o novo presidente e o novo governo do Haiti.

Fonte: A Bola

 

 

'Cicatrizes' na Região Serrana após chuva são semelhantes às da Venezuela

O cenário de destruição e até as "cicatrizes" deixadas nas montanhas da Venezuela depois das chuvas de dezembro de 1999 são semelhantes ao que se vê hoje na Região Serrana. No entanto, a tragédia naquele país foi ainda maior. O número de mortos foi estimado em mais de 25 mil, e mais de 200 pessoas ficaram desabrigadas. Além dos mortos, devido a deslizamentos e inundações, os resgates foram realizados em meio ao caos. Três helicópteros caíram. Na época, as enchentes da Venezuela foram consideradas um dos maiores desastres naturais do século XX. Na ocasião, venezuelanos culparam o governo pela dimensão da tragédia, porque quase metade dos seis milhões de habitantes da Região Metropolitana de Caracas vivia em favelas, muitos nas encostas do Morro El Ávila, severamente atingido por deslizamentos. O presidente Hugo Chávez deslocou 12 mil soldados, helicópteros e vários navios de guerra para os resgates. A residência do presidente em Caracas, conhecida como La Casona, tornou-se o centro de recepção para crianças que ficaram órfãs. 

Fonte: O Globo

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Dilma diz que governo manterá oferta de R$ 545 para mínimo


Dilma decidiu endurecer o discurso depois de integrantes do governo terem admitido que o Planalto poderia ceder nas conversas com as centrais sindicais e chegar a um valor maior para o mínimo, desde que houvesse desconto do valor excedido no reajuste do próximo ano. "O que queremos saber é se as centrais querem ou não a manutenção do acordo [feito com o governo Lula] pelo período do nosso governo. Se querem, o que nós propomos para esse ano é R$ 545", disse. O governo já vem pagando R$ 540, valor reajustado no final do governo Lula. As centrais querem R$ 580. A presidente afirmou ainda, em relação à tabela do IR, que o governo não irá discutir mudanças na política de indexação. "Jamais damos indexação inflacionária, por isso não concordamos com o que saiu nos jornais que o reajuste, se houvesse, da tabela do IR, fosse feita pela inflação passada. Teria sempre que olhar não a inflação passada, porque isso seria carregar a inércia inflacionária para dentro de uma questão essencial que é o Imposto de Renda." "O que foi dado sempre foi uma mudança baseada na nossa expectativa de inflação futura, que é o centro da [meta da] inflação, os 4,5%", completou. Ontem, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, negou que a correção da tabela do IR esteja sob estudo. Dilma fez questão de afirmar que as negociações com as centrais estão "apenas começando". Segundo ela, não há desencontro nas informações de seus ministros Mantega e Gilberto Carvalho (Secretaria Geral), que negocia com as centrais.

Jornal Floripa e CFSP

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011


Grêmio aguarda exames e contrato para anunciar Everton, do Cruzeiro

Nesta quinta-feira, em seu site oficial, o Cruzeiro anunciou a liberação do volante Everton para o Grêmio. A definição entre os clubes já ocorreu, entretanto, ainda faltam para os gaúchos alguns detalhes relativos ao acerto direto com o jogador de 26 anos. Só então ocorrerá o anúncio oficial. Entre eles, está o exame médico. Everton recupera-se de recente lesão no tornozelo esquerdo. Em Porto Alegre, onde tem chegada esperada para esta sexta, o jogador será avaliado. Após a aprovação, ele assina o contrato e enfim poderá vestir a camisa do Grêmio. - Houve o acerto entre os clubes, Grêmio e Cruzeiro. Mas faltam ainda alguns acertos com o jogador, que precisamos resolver - disse o assessor de futebol César Cidade Dias, para complementar: - Vamos conversar amanhã (sexta), fazer os exames médicos, se for aprovado ele pode assinar contrato. Segundo Cidade Dias, Everton é jogador indicado por Renato Gaúcho, que gosta do ex-jogador de Prudente e Fluminense. - O Everton é uma convicção do Renato, que gosta muito do futebol deste jogador, e fez o pedido. Também é uma convicção da diretoria - afirmou. Se assinar contrato, Everton será confirmado no Grêmio por empréstimo de um ano, com opção de compra pelo clube gaúcho. O Cruzeiro detém 75% dos direitos do volante canhoto. Curiosamente, no Brasileirão 2010 o volante Everton marcou um gol sobre o Inter, em partida disputada no interior de Minas Gerais.

Fonte: Globoesporte.com - Eduardo Cecconi
Dilma Rousseff

 Dilma afirma que recursos do PAC não serão contingenciados

A presidenta Dilma Rousseff afirmou esta tarde, no Rio, que o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) não terá recursos bloqueados, em esforço do governo federal para atingir a meta de superávit primário. Dilma chegou a repetir a frase, com o objetivo de frisar, que os gastos não serão contingenciados. “Vou repetir: nós não vamos contingenciar o PAC. Nós não vamos contingenciar o PAC. É óbvio que temos hoje volume de obras que nunca tivemos antes...”, afirmou a presidenta. Antes de Dilma, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já tinha feito a mesma afirmação, no último mês de sua gestão, depois que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, comentara o assunto, abordando a possibilidade de bloquear recursos do principal programa dos dois governos. Dilma também afirmou que a economia do país vai bem e que a inflação será controlada. Os gastos públicos são fator de pressão da inflação. “A economia brasileira vai crescer. Vamos manter controle da inflação e vamos manter economia crescendo sistematicamente. Mas o Brasil só será rico se formos capazes de reduzir desigualdades regionais”, afirmou.

Fonte: Último Segundo e iG
Roger Federer
Federer reconhece erros na derrota para Djokovic


Atual campeão do Aberto da Austrália, o suíço Roger Federer lamentou as oportunidades desperdiçadas por ele na derrota para o sérvio Novak Djokovic nas semifinais desta quinta-feira. "Eu não deveria ter perdido aquele game, foi crucial para o resto do jogo. Mas eu o venci no US Open em sets diretos. As coisas tinham dado certo para mim e hoje deram para ele. Toda vez que tive oportunidade, ou ele jogava o seu melhor, ou eu o meu pior", lamentou Federer. "Ele jogou uma ótima partida. Não acho que fui tão mal, foi um jogo disputado numa intensidade muito grande e por muito tempo. Claro que é decepcionante perder, mas não há o que fazer quando ele joga bem nos pontos importantes e eu não. Foi um jogo duro", comentou o número 2 do mundo, sobre a partida que durou 3 horas. Apesar de não ter conseguido tirar um set de Djokovic, Federer ressaltou bastante o quanto o jogo foi acirrado. "Tivemos longos ralis e jogamos com muita velocidade. Claro que você sente um pouco, mas eu estava pronto para mais dois sets tranquilamente. Pena que não consigo pressiona-lo", disse. O recordista em títulos de Slam também reconheceu os méritos do adversário. "Novak tem grandes golpes e pode acertar a linha nos dois lados, de forehand, backhand, e se move muito bem. É difícil jogar contra ele, senti isso muitas vezes", elogiou Federer. Questionado a respeito do ataque do sérvio em cima do backhand do suíço, o número 2 do mundo volta a lembrar o game crucial. "Não sei se o jogo foi vencido nisso, mas alguns pontos sim. Se eu tivesse confirmado o saque no segundo set, quem sabe o que aconteceria". "Me sinto bem, porque estou saudável. Queria jogar no domingo, mas Novak foi o melhor jogador hoje. Preciso aceitar isso e seguir em frente", reconheceu. No entanto, Federer revela que não gosta de jogar à noite em Melbourne. "É complicado, porque a partida segue, fica mais frio e a bola salta menos. As bolas com spin perdem efeito". Em alguns momentos, o suíço demonstrou não gostar das perguntas dos jornalistas. Questionado como ele se sentia não defendendo o título, Federer não deixou por menos. "Não consegui? Sim, eu não consegui". Ele também criticou quem perguntou se ele assistiria à final. "Essa é clássica. Não sei por que vocês se importam. Não sei quais são meus planos. Sobre a final, Federer preferiu não apostar na decisão, mas disse sua preferência na semi restante. "Eu acredito que Murray passa. O jogo será à noite, não sei como o jogo deles vai encaixar. Será uma ótima final. Se Novak jogar nesse nível, tem chances, Murray também. Ferrer fez um jogo fantástico ontem. De qualquer forma, será ótimo para o torneio". Mas agora, Federer quer pensar no seu futuro. "É só o começo de muitos torneios. Mas é decepcionante e machuca nesse momento. Queria ter vencido aqui pela quinta vez, mas não foi possível".

Fonte: Portal clicEsportes

 

 

FAB anuncia fim de ajuda no resgate às vítimas da Região Serrana

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que vai encerrar o apoio às equipes de resgate na Região Serrana nesta sexta-feira. Os acampamentos serão desmontados e levados para as unidades de origem da Aeronáutica. O sistema de informação e alerta de voo encerrou as atividades na tarde desta quarta em Teresópolis e Nova Friburgo. No início da noite, as atividades foram encerradas em Petrópolis. O sistema identificou 1,7 mil movimentos aéreos nos três municípios em dez dias de operação, tendo média de 170 deslocamentos de aeronaves por dia. Nova Friburgo foi a cidade que registrou mais movimentos (996). A FAB registrou o transporte de 787 passageiros, sendo 62 moradores que foram resgatados do cenário da tragédia na região.

Fonte: Portal SRZD

 

 

Justiça esclarece população sobre adoção de crianças vítimas da tragédia na Serra

Um grande número de pessoas tem entrado em contato com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro para se candidatar à adoção de crianças vítimas da tragédia na Região Serrana do estado. Entretanto, o Ministério Público esclarece que a colocação de crianças e adolescentes órfãos ou que tenham pais desaparecidos em virtude das chuvas na Região Serrana em famílias substitutas não é adequada neste momento. O Coordenador do 4º Centro de Apoio Operacional (CAOp), promotor de Justiça Rodrigo Medina, declara que o excesso de contatos realizados pelas pessoas interessadas na adoção das crianças tem comprometido todas as atividades que o MP deve desempenhar neste momento e reforça que é muito importante que os meios de comunicação contribuam com o esclarecimento do assunto. O promotor também informa que, em contato com os Promotores de Justiça e com as Prefeituras locais, obteve a informação de que as entidades de acolhimento não sofreram abalos em sua estrutura física por causa das enchentes. De acordo com ele, apenas no município de Sumidouro, seis crianças acolhidas tiveram que ser transferidas de um abrigo para uma creche. "Em Nova Friburgo, o Poder Executivo implementou entidade de acolhimento específica, cuja instalação tem sido fiscalizada pelo Ministério Público", acrescenta. O promotor esclarece que o MPRJ tem acompanhado a situação sociofamiliar de crianças e adolescentes internados em hospitais e em polos de atendimento, com o objetivo de localizar os seus parentes. "Os trabalhos do MP têm se direcionado à preservação dos vínculos familiares, em observância ao artigo 19 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), mantendo as famílias unidas e só optando pelo acolhimento institucional nas hipóteses em que não possuam qualquer vínculo familiar", informa. Medina comenta também que a colocação de crianças e adolescentes em uma família substituta, sob as modalidades de tutela, guarda e adoção, pode se mostrar prematura, pois as buscas e o resgate de sobreviventes da tragédia sequer foram concluídos. Além disso, ele esclarece que não existe um procedimento diferenciado para a adoção de crianças e adolescentes em razão da tragédia na Região Serrana. "Ainda que as pessoas se habilitem visando à adoção de crianças vítimas da tragédia, o seu pleito possivelmente não será atendido, tendo em vista a existência de milhares de pessoas previamente habilitadas no Cadastro Nacional de Adoção (CNA)", finaliza o  promotor e coordenador da região sudeste pela ABMP. Os interessados em adotar crianças e adolescentes devem procurar o Juizado da Infância e Juventude de suas respectivas cidades e se submeter ao processo de habilitação para o Cadastro Nacional de Adoção. A ABMP e o Ministério Público do Rio de Janeiro reforçam que não há uma garantia de que aqueles que se inscrevam no Cadastro com o intuito de adotar uma criança vítima da tragédia consigam fazê-lo, uma vez que já há pessoas habilitadas à adoção no Cadastro.


Fonte: Jornal do Brasil

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Aldemir Bendine


Banco do Brasil vai duplicar crédito imobiliário este ano, diz bendine 

O Banco do Brasil vai duplicar a linha de crédito imobiliário oferecido a seus clientes, afirmou na manhã desta terça-feira o presidente da instituição, Aldemir Bendine. O montante subirá de R$ 3 bilhões para R$ 6 bilhões. De acordo com Bendine, o objetivo é "fidelizar" os clientes do banco, que oferece há dois anos o serviço. "Nós não imaginamos concorrer no mesmo nível que a Caixa. Estimamos um crescimento, mas não concorrência com a Caixa. Podemos atuar de forma complementar", disse ele. O presidente do Banco do Brasil afirmou que mês que vem será concretizado a aquisição de um banco norte-americano. Segundo ele, será um na "costa leste". Está também em estudo a atuação do banco no continente africano, através de uma parceria com o banco Espírito Santo.

Fonte: tudoagora.com.br



 
Patrícia Amorim

Após título, Patrícia Amorim promete melhorar estrutura do Flamengo

A presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, reconheceu que falta estrutura para as categorias de base do clube, logo após o time ser bicampeão da Copa São Paulo, nesta terça-feira, vencendo o Bahia na final por 2 a 1. No entanto, a dirigente prometeu que a situação mudará a partir deste ano. - Não temos nenhum problema de reconhecer nossas deficiências. Peguei o clube com um passivo enorme, sem patrimônio e com instalações precárias. Não vamos mudar o atraso de 20 anos em apenas um. Também não é o título da Copa São Paulo que vai esconder nossos problemas. Desde que eu assumi a presidência do Flamengo dei prioridade para a construção do CT. E vamos fazer isso - disse. Com uma nova geração de jogadores, como Diego Maurício e Galhardo, que estão defendendo a Seleção Sub20 no Sul-Americano, disputado no Peru, e Negueba e Muralha, do time campeão da Copinha, Patrícia Amorim garantiu que nenhum jogador saíra do clube. - Tomamos o cuidado de renovar o contrato de todos eles antes mesmo da Copa São Paulo. O contrato desses meninos são de quatro, cinco anos. Renovamos também com o Diego Maurício, o Galhardo... São todos 80%, 70% do Flamengo. A menor participação do clube em um jogador nosso é 50% - revelou. No cargo desde janeiro do ano passado, Amorim se vangloriou de não ter vendido nenhum atleta do Rubro-Negro no ano passado, e confidenciou que trabalha com o técnico Vanderlei Luxemburgo para usar mais jogadores das categorias de base. Negueba, que fez o gol do título nesta terça, já atuou com os profissionais no ano passado. - Queremos manter a nossa tradição de revelar jogadores. Eu falo isso sempre para o Vanderlei (Luxemburgo) e foi uma das coisas que acertamos quando ele chegou ao clube. No ano passado eu não vendi nem 1% de qualquer jogador, nadinha. Queremos formar o jogador e depois consagrá-lo. É claro que conquistar títulos é bom, mas sempre o foco é fornecer atletas para o time principal - comemorou. Patrícia Amorim viajou para São Paulo para acompanhar a final da Copa São Paulo, nesta terça-feira. A presidente fez uma preleção aos jogadores antes da partida e depois acompanhou o jogo das tribunas do Pacaembu, ao lado do técnico Vanderlei Luxemburgo, de alguns membros da diretoria e até de torcidas organizadas do Rubro-Negro. No intervalo, a torcida que estava no setor coberto do estádio virou-se para a tribuna e começou a gritar o nome de Patrícia Amorim, além de aplaudi-la. Ela respondeu com acenos. Quando o jogo estava no fim, Patrícia desceu até o gramado por uma das arquibancas e acabou ficando perto da torcida do Bahia. Sozinha, foi hostilizada pelos torcedores até o jogo acabar, quando finalmente entrou em campo para comemorar o título. - Eu me senti no Rio de Janeiro, no Maracanã. É muito bom sair daqui com essa vitória, eles (jogadores) passaram do sonho para a realidade - finalizou a dirigente. 

 

Fonte: Terra Brasil e Lancepress

 
Vítimas da tragédia em Teresópolis recebem novos documentos

O simples recebimento da carteira de identidade significou hoje (25) um recomeço de vida para a aposentada Maria de Lurdes Ferreira. Vítima da tragédia que atingiu a cidade de Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, ela perdeu, além da casa e todos os seus documentos, cinco netos, entre eles, uma grávida de cinco meses. Maria de Lurdes foi uma das primeiras a receber a segunda via da carteira de identidade confeccionada gratuitamente para os desabrigados pelas enchentes. “Esse documento é o recomeço. Perdi cinco netos, minha casa e quase morri. Agora, pelo menos, vou poder dar entrada nos benefícios”, contou à Agência Brasil logo após pegar sua nova identidade no Complexo Esportivo Pedrão, em Teresópolis, onde estão vários desabrigados das enchentes. De acordo com o presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Rio de Janeiro (Detran), Fernando Avelino, mais de 3 mil pessoas já preencheram o cadastro solicitando novos documentos. Destes, 1.805 já foram confeccionados e começaram a ser entregues hoje, em uma parceira do órgão com a Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos e a Defensoria Pública do Estado. “A identidade é a grande maioria [das solicitações], até porque as pessoas afetadas em Teresópolis estão nos bairros mais humildes. A segunda via da CNH [carteira de habilitação] e a carteira de identidade de graça só serão fornecidas a quem perdeu seus pertences com a chuva. É importante que elas tenham essa identificação [documentos] para se inserir nos programas sociais, como aluguel social, Bolsa Família, por exemplo”, explicou Avelino. Segundo Avelino, uma equipes do Detran e da Secretaria de Assistência Social está percorrendo os abrigos para identificar e cadastrar mais pessoas que perderam documentos e precisam da segunda via. No Rio de Janeiro, além da CNH, o Detran também confecciona carteiras de identidade. Alessandra de Souza e Silva foi a primeira a receber o documento. Grávida de nove meses, ela disse que agora ficará mais fácil ter acesso aos programas sociais do governo para as vítimas das enchentes em Teresópolis. “Agora vou poder correr atrás dos meus direitos, das coisas que eu perdi. Para tudo preciso [do documento]. Para dar entrada no Fundo de Garantia a gente precisa da identidade que a chuva tinha levado”, disse Alessandra. Das 1.805 carteiras de identidade que já foram confeccionadas, 542 serão entregues hoje em Teresópolis, de acordo com o presidente do Detran-RJ.

 Fonte: DCI - Diário Comércio Indústria e Seviços

 Economia do Reino Unido fica menor no 4º trimestre


A economia do Reino Unido encolheu no fim de 2010, com muitos prejuízos no setor de serviços e da construção civil. O governo britânico diz que as tempestades de neve pesaram mais do que o esperado, e o PIB (Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas no país) caiu 0,5% entre outubro e dezembro, na comparação com o resultado do trimestre anterior. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (25) pelo Escritório Nacional de Estatísticas. Esta é a primeira retração trimestral do PIB do Reino Unido desde o terceiro trimestre de 2009. A queda surpreendeu os analistas, que esperavam um novo crescimento da economia, mesmo que pequena, em meio ao esforço para tirar o país da crise financeira. Na comparação com o quarto trimestre de 2009, o PIB ainda exibiu um crescimento (de 1,7%). Os serviços no país, que respondem por três quartos de todos os negócios, recuaram 0,5% no período. As nevascas paralisaram grande parte do comércio e de outros negócios, inclusive as construções, em dezembro. O ministro das Finanças do Reino Unido, George Osborne, admitiu que os números são "decepcionantes", mas atribuiu a queda ao mau tempo registrado no país o dezembro passado. - Tivemos o inverno mais intenso desde 1910 e está claro que isto teve um impacto maior na economia do que todo o mundo esperava. A agência nacional de estatísticas afirmou que a economia da Inglaterra teria enfrentado dificuldades para registrar qualquer crescimento no quarto trimestre mesmo se não tivessem ocorrido interrupções na atividade pela neve.

Fonte: R7

 

 

Chega a 817 o número de mortos pela chuva na Região Serrana do Rio 

 A Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgou na manhã desta terça-feira o balanço atualizado do número de mortos pelas chuvas na Região Serrana. De acordo com o levantamento, subiu para 817 o número de vítimas fatais na tragédia. A cidade de Nova Friburgo foi a mais atingida, com 395 mortos, seguida de 329 em Teresópolis, 67 em Petrópolis, 21 em Sumidouro, quatro em São José do Vale do Rio Preto e um em Bom Jardim.Fonte: 

Jornal do Brasil




segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Rihanna adia shows no Brasil devido à tragédia na região serrana do Rio

'Escolhi esperar em respeito às recentes tragédias', disse.Após afirmar que virá ao Brasil em breve, Rihanna voltou a falar sobre o assunto, mas não deu boas notícias aos fãs brasileiros.  A cantora explicou que por conta das tragédias na região serrana do Rio de janeiro, ela decidiu adiar as datas dos shows. "Eu vou anunciar as datas logo mais. Eu escolhi esperar em respeito às recentes tragédias", disse ela em sua página do Twitter na tarde do último sábado (22).  Por enquanto, Rihanna retoma a turnê "Last Girl On Earth" na Austrália e afirmou em entrevista à uma rádio americana, que deve finalizar a turnê no Brasil.
 
Fonte: Revista Cifras
Alencar irá a homenagem; Lula também confirma presença


O ex-vice-presidente José Alencar vai mesmo participar da festa de aniversário da cidade São Paulo, onde receberá a Medalha 25 de Janeiro. A informação de que Alencar poderá deixar temporariamente o hospital para receber a homenagem foi confirmada por auxiliares do ex-vice ao jornalista Ricardo Kotscho, colunista do iG. Ficou acertado que, desde que não haja imprevistos, ele irá ao evento mesmo que tenha que se locomover em uma cadeira de rodas. Com a notícia, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também confirmou que vai comparecer ao evento. A informaçãode que a presença dele era aguardada caso Alencar recebesse autorização dos médicos já havia sido adiantada pela coluna Poder Online. A presidenta Dilma Rousseff também é esperada na festa. Mais cedo, o médico Francisco Carnevale, que faz parte da equipe que trata o político de um câncer na região do abdome, já havia adiantado que a perspectiva de que o ex-vice-presidente estivesse presente na festa de 457 anos da cidade era "positiva". De acordo com Carnevale, a decisão seria tomada ainda hoje em uma reunião da equipe médica e confirmada por meio de nota na tarde de hoje. Uma unidade móvel de emergência, munida com aparelhos médicos, deve acompanhar Alencar para evitar qualquer sobressalto. Além de Alencar, será homenageado o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que não deve participar da solenidade devido a compromisso internacional. A Medalha 25 de Janeiro foi criada em dezembro de 2009. No ano passado, os homenageados foram Lula e o então governador José Serra (PSDB). Alencar está internado no Hospital Sírio-Libanês desde 22 de dezembro, quando passou por uma cirurgia de emergência em razão de uma hemorragia digestiva. O quadro de saúde do paciente é estável, mas ainda inspira cuidados. Há mais de 13 anos, ele luta contra o câncer.

Fonte: Último Segundoe iG-São Paulo - Com informações da Agência Estado
Uma adoção pra lá de concorrida na Lagoa


As imagens da tragédia das chuvas na Região Serrana tocaram fundo a alma dos cariocas. Uma delas, em especial, comoveu idosos, adultos e crianças. Tratava-se de um cachorro ao lado de um túmulo. Inicialmente foi dito que era Caramelo zelando a sepultura da dona. Na verdade, Caramelo era Joe, o cachorro do coveiro. O engano, no entanto, serviu para mostrar à população a difícil realidade dos animais abandonados na região. E o voluntariado começou a se mexer. Mais de dez dias após a tragédia, já são mais de 50 protetores de animais que vem resgatando e cuidando dos gatos e cachorros perdidos. Agora, é hora de encontrar um novo lar para eles. Em dois dias de feira de adoção realizadas na Zona Sul do Rio, 142 bichinhos ganharam novos donos. Na realizada ontem no Parcão da Lagoa Rodrigo de Freitas, não faltou quem quisesse apagar da memória dos bichinhos os dias de fome e horror. Eram 30 cachorros e 12 gatos, mas as senhas para levar um bichinho para casa passavam de 82, e ainda havia muita gente interessada em adotar. As irmãs Gabriela, de 6 anos, e Sophia, de 4 anos, não conseguiram pegar uma senha, mas prometeram voltar na semana que vem para levar um cachorrinho para casa. — Quero cuidar de um cachorrinho desses. Vou colocar o nome de Lili — contou Gabriela, com o olhar de decepção por ter que adiar o sonho de ter uma mascote. Quem chegou cedo ao Parcão teve tempo para escolher com calma. O consultor financeiro Pedro dos Santos chegou ao local às 6h20m e foi o primeiro a sair de lá com o cãozinho: — Estou levando o cachorro para minha filha de 4 anos. Escolhi essa porque ela estava chorando muito. Os donos dela morreram e, agora, ela vai ter uma nova família. Até o dia 8 de março, serão realizadas novas feiras de adoção.

Fonte: Extra Online -Maria Clara Serra
HRW denuncia diplomacia branda de ONU e UE com países repressores


ONU e da União Europeia (UE) cometem um erro "alarmante" ao apostar em uma política da "luva de pelica", ao invés de condenar publicamente as ações de regimes que violam os direitos humanos no mundo, denunciou nesta segunda-feira a organização Human Right Watch (HRW) em seu relatório anual. A organização, com sede em Nova York, condena o "fracasso dos países supostamente campeões" destes direitos na hora de influenciar a política de Estados repressivos, escreve seu diretor geral, Kenneth Roth, na introdução do documento sobre 2010. "Estes países tratam com luvas de pelica os abusadores. A UE e outros governos devem exercer pressão para gerar mudanças", adverte o documento, afirmando que esta política, também praticada pela ONU, é "equivocada" e "alarmante". Na opinião de Roth, a principal falha do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e de "muitos países membros" da Comissão de Direitos Humanos da ONU é submeter o "diálogo e a cooperação" a todo tipo de pressão pública. Na opinião de Roth, a principal falha do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e de "muitos países membros" da Comissão de Direitos Humanos da ONU é submeter o "diálogo e a cooperação" a todo tipo de pressão pública. Ban "superestima sua capacidade de persuasão através de contatos pessoais com pessoas como o presidente sudanês, Omar al Bashir, o chefe da junta militar birmanesa, Than Shwe, e o presidente do Sri Lanka, Mahinda Rajapaksa", afirma o relatório. A UE, por sua vez, "parece ter aderido" a esta política, como demonstra o fato de que a chefe da diplomacia do bloco, Catherine Ashton, "expressa de forma repetida sua preferência por uma 'diplomacia tranquila', independente das circunstâncias". Por este motivo, Roth escolheu apresentar seu informe em Bruxelas, nesta segunda-feira. O diretor geral da ONG critica sobretudo a política "servil" da UE em relação ao Uzbequistão - cujo presidente, Islam Karimov, era esperado nesta segunda-feira na capital belga para encontrar-se com o presidente da Comisão Europeia, José Manuel Durão Barroso - e ao Turcomenistão. Roth condena ainda "as grandes democracias do Sul, como Brasil, África do Sul e Índia", que também "privilegiaram ações discretas" frente aos governos de conduta repreensível. Na Europa, Alemanha, França e Grã-Bretanha são classificados como complacentes em relação à China e sua política de direitos humanos. Mas estes não são os únicos a fazerem vista grossa sobre Pequim, destaca a HRW. "Há uma covardia quase universal diante da deterioração das liberdades civis na China", diz o relatório. Os Estados Unidos são criticados também por terem evitado "intervir energicamente contra, por exemplo, China, Índia e Indonésia" em momentos que se mostraram necessários. A HRW ironiza o presidente Barack Obama, que "às vezes vê-se privado de sua famosa eloquência". Do outro lado do mundo, a Coreia do Norte ocupa a linha de frente dos países que simplesmente ignoram os direitos humanos. Estima-se que o regime Pyongyang mantenha atualmente cerca de 200.000 prisioneiros em condições desumanas. A impunidade de que gozam autores de violações massivas em vários países africanos, da Costa do Marfim ao Chade, também é mencionada com destaque pela HRW, que acusa especialmente a República Democrática do Congo, com quase 8.000 casos no primeiro semestre de 2010. Um "grande momento" em prol dos direitos humanos na China foi a concessão do Prêmio Nobel da Paz ao dissidente Liu Xiaobo. No entanto, "as reformas legais adotadas por Pequim sobre a validade das provas obtidas sob tortura foram varridas para debaixo do tapete". A Rússia, por sua vez, embora tenha se mostrado "mais aberta à cooperação internacional em matéria de direitos humanos", mantém um "clima geral (...) que continua sendo profundamente negativo", estima a ONG.

Fonte: AFP
IPC-S registra variação de 1,18% na terceira prévia do mês

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou variação de 1,18% em seu terceiro resultado parcial do mês de janeiro. A taxa é a maior verificada desde a primeira prévia de fevereiro de 2010, quando o IPC-S ficou em 1,33%. Esta parcial também é 0,12 ponto percentual maior do que a anterior (1,06%). A aceleração da inflação medida pelo índice foi causada, principalmente, pelo aumento dos preços da educação e dos transportes. O grupo educação, leitura e recreação do IPC-S foi o que apresentou maior alta nesta prévia. Foram 2,98%, ante os 2,43% verificados na prévia anterior – avanço de 0,55 ponto percentual. Só o preço dos cursos de ensino médio aumentou 6,20%. Já o grupo transportes registrou variação de 2,08%, resultado 0,59 ponto percentual maior do que o da prévia passada (1,49%). A tarifa do ônibus urbano foi o item que mais contribuiu com a aceleração, com alta de 4,36% nesta prévia. Além dos dois grupos, despesas diversas (de 0,92% para 1,12%), habitação (de 0,22% para 0,24%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,50% para 0,52%) colaboraram para a aceleração do IPC-S.Já alimentação (de 1,69% para 1,64%) e vestuário (de 0,38% para 0,36%) tiveram alta menor do que a verificada na parcial anterior. O dados desta prévia do IPC-S foram coletados até o último dia 22. O índice é calculado com base em preços coletados em sete capitais do país: Recife, Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre.

Fonte: DCI - Diário Comércio Indústria e Serviços
Produção agrícola tenta se reerguer após tragédia na região serrana

A tempestade que atingiu a região serrana causou prejuízo aos agricultores. A produção de hortaliças está comprometida e em alguns municípios, como nova Friburgo, onde as perdas chegam a 80%. A plantação de um agricultor de alface foi arrasada com a enxurrada. Equipamentos de irrigação foram cobertos de lama. Ele estima um prejuízo de R$ 20 mil reais só na irrigação, fora a lavoura perdida. Além disto, parte da estrutura da ponte que liga ao bairro Salinas, grande produtor de verduras e legumes, caiu. Os caminhões precisam parar e só passam pequenos tratores para escoar a produção. Os trabalhadores colocam caixas de tomate nas costas até outro caminhão para que possam seguir viagem. Em outro trecho, as estradas foram interrompidas por pedras. Este era o caminho mais curto para chegar à cidade. Como nem máquinas chegam ali, as pessoas estão usando as próprias mãos para retirar as pedras.Nas áreas onde as lavouras foram menos atingidas, a população tem pressa para fazer a colheita, aproveitar e não estragar os produtos. Quem compra verduras e legumes para revender, está tendo dificuldades para encontrar mercadoria, pois os caminhões não conseguem carregar os produtos, não há caminho. Uma das maiores preocupações dos produtores é um boato que está derrubando o preço das mercadorias. Há pessoas dizendo que os produtos produzidos naquela região estão contaminados, o que está fazendo o preço cair pela metade. Antes do temporal a caixa do tomate custava R$30 reais, e agora são vendidas por R$15 reais. Segundo um agrônomo, o tomate é muito sensível, então o excesso de umidade causa várias doenças, que estão tomando o produto. Para ele, pode haver uma perda de até 80% em cima do preço esperado em Nova Friburgo.  O esforço para fazer os alimentos chegarem ao consumidor é coletivo e não pára. Só assim, os produtores acreditam que vai ser possível continuar a vida e sobreviver.

Fonte: R7
Tragédia na Região Serrana: 803 mortos segundo último balanço do governo

Segundo o último balanço divulgado pela Secretaria estadual de Saúde e Defesa Civil o número de mortes na tragédia da Região Serrana no Rio de Janeiro chega a 803. Nova Friburgo segue com o maior número de vítimas: 389, seguido por Teresópolis com 324, Petrópolis tem 65, Sumidoro 22, São José do Vale do Rio Preto com duas e Bom Jardim com uma. Ao todo cerca de 20 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas nos municípios da serra do Rio de Janeiro. A região foi vítima de fortes chuvas no dia 11 de janeiro, o que causou vários deslizamentos de terra e alagou diversas cidades.

Fonte: Portal SRZD e Agência Brasil

sábado, 22 de janeiro de 2011

 

 
Pedro Abramovay

Demissão de Abramovay não encerra debate sobre drogas e tráfico 

O pedido de demissão do recém nomeado secretário Nacional de Políticas sobre Drogas, Pedro Abramovay, não pode encerrar o debate sobre como tratar os usuários. A Secretaria, aliás, que acabou de ser transferida do Gabinete de Segurança Institucional para o Ministério da Justiça, tem função mais de prevenção, educação e tratamento clínico dos usuários de drogas, e não de ação e repressão contra o crime organizado e o narcotráfico, que é também uma necessidade urgente do país. A demissão de Abramovay não significa que o debate sobre como tratar os usuários e mesmo o “pequeno traficante”, conforme definiu o então secretário, referindo-se aquele que se dispõe a traficar em pequenas quantidades para manter seu vicio, esteja encerrado e resolvido, simplesmente porque não há como se desconhecer a realidade: a falência total do nosso sistema penitenciário e a ausência de uma política nacional de luta contra o regime organizado e o narcotráfico, apesar de todos os avanços do governo Lula na luta contra o narcotráfico. Também não resolve o debate sobre o papel da pena de prisão e seu agravamento, não apenas com mais anos de prisão para determinados crimes, com a classificação cada vez de mais crimes como hediondos com todas suas conseqüências. Esse debate não é apenas acadêmico e não diz respeito apenas à situação atual do sistema penitenciário brasileiro. Ele é doutrinário e mundial, diz respeito não apenas aos operadores do direito ou as autoridades policiais, mas a toda sociedade, tem conseqüências praticas cada vez mais graves já que em grande parte do nosso sistema penitenciário é controlado pelo crime organizado.


Fonte: Correio do Brasil - José Dirceu

 

 

Sobe para 787 o número de mortos na região serrana do Rio

Subiu para 787 o número de mortos na tragédia da região serrana do Rio de Janeiro, com a enxurrada que atingiu vários municípios na madrugada do dia 12. Os números foram divulgados no último balanço da Defesa Civil do Estado, às 11h deste sábado (22). Nova Friburgo, município mais castigado pelo temporal, registra 383 mortes, Teresópolis contabiliza 316 vítimas, Petrópolis tem 66 e, Sumidouro, 22. Petrópolis é a cidade da região serrana com maior número de desalojados: ao todo são 3.600. O município tem ainda 2.800 desabrigados. Nova Friburgo soma 3.220 desalojados e 1.970 desabrigados. Já o município de Teresópolis tem 960 desalojados e 1.280 desabrigados.

Fonte: eBand - Redator: Ricardo Freiesleben

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

 
 
Polícia Federal paralisa emissão de passaportes

A Polícia Federal vai paralisar o funcionamento de seus sistemas entre as 22h de hoje (21) e 6h de terça-feira (25) por conta do processo de modernização do seu parque tecnológico. Entre os serviços afetados com a atualização, está a emissão de passaportes, bem como o agendamento para aquisição do documento. Também não será possível emitir, nesse período, a certidão de antecedentes criminais e acessar os sistemas de Gestão Eletrônica de Segurança Privada e de Controle de Produtos Químicos. A orientação da Polícia Federal, no caso dos passaportes, é que todos os postos de emissão permaneçam abertos para atendimento de pessoas que eventualmente tenham feito o agendamento para o dia 24 de janeiro. As unidades também estarão preparadas para emitir o passaporte em casos de urgência. A entrega dos documentos que já estejam fisicamente na unidade será feita somente para os requerentes que comprovarem a necessidade do passaporte naquele dia.

Fonte: Jornal Correio de Uberlândia
Cesare Battisti

 Presidente italiano envia carta a Dilma pedindo extradição de Battisti

O presidente italiano, Giorgio Napolitano, enviou uma carta à presidente Dilma Roussef, em que explica os motivos pelos quais a Itália voltou a pedir a extradição do ex-ativista político Cesare Battisti, desta vez com um recurso no Supremo Tribunal Federal. Trechos da carta foram divulgados nesta sexta-feira pelos principais jornais italianos, depois que o documento foi disponibilizado para os advogados que representam o país no processo brasileiro. Após parabenizar novamente a presidente pela eleição, Napolitano diz que a recusa da extradição de Battisti "é um motivo de amargura e decepção para a Itália" e que "talvez não tenha sido totalmente compreendida a necessidade de justiça (...) dos familiares das vítimas pelos brutais e injustificáveis ataques armados, assim como dos feridos e sobreviventes". Segundo o jornal italiano La Reppublica (clique aqui para ler o artigo original do La Reppublica), o chefe de Estado diz em seguida que a extradição é "uma necessidade de justiça ligada ao empenho das instituições democráticas do meu país e da coletividade nacional, que foram capazes de reagir à ameaça e aos ataques do terrorismo, conseguindo derrotá-lo segundo as regras do Estado de Direito". A carta afirma ainda que a Itália tem "confiança absoluta no poder judiciário do Brasil" e por isso levou seu pedido ao Supremo Tribunal Federal, mas que também "usará todos os recursos possíveis oferecidos pelo direito internacional" para conseguir a extradição de Battisti com base no acordo entre Brasil e Itália. A assessoria de imprensa da presidente Dilma Roussef disse que a carta foi recebida no dia 14 de janeiro, e que não há previsão de resposta. O ex-ativista político Cesare Battisti foi condenado à prisão perpétua pela Justiça italiana, acusado de participação em quatro assassinatos entre 1977 e 1979, quando integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo. Ele nega as acusações. Sua extradição foi negada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seu último dia de governo.

Fonte: BBC Brasil
Paulo Bernardo

 Ministro defende web para todos e redução de impostos sobre tablets

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, participou de um debate em um dos painéis da Campus Party 2011 nesta quinta-feira. Durante a discussão, ele disse que pretende “massificar o uso da web no país inteiro”.  Bernardo ainda falou bastante sobre a inclusão de tablets no programa “Computador para todos”, do governo federal, e defendeu a redução de impostos sobre este tipo de produtos. “Queremos baratear e ajudar na produção deste tipo de tablets no país. Para isso, temos que conseguir o mesmo tratamento de desktops e notebooks”, afirmou. Mostrando grande interesse pelo evento, o ministro não parava de acessar o twitter. Pela primeira vez na Campus Party, ele até brincou: “Tentei reservar uma barraca para mim, mas não tem mais lugar. Agora, só no ano que vem”.  Como promessa para o PNBL (Plano Nacional de Banda Larga), o ministro das Comunicações afirmou que entre fevereiro e março o governo trabalhará para que, até o início de maio, haja soluções para colocar o projeto em prática. “Estamos trabalhando para atrair mais parceiros e preços melhores para o serviço”, explicou. A meta é de levar internet rápida por preços populares para 1.163 municípios até o fim do ano. Sobre os impostos, ele concluiu: “Como apenas uma parte do serviço é tributado, podemos fazer uma redução ou até mesmo zerar o imposto cobrado pelo serviço de banda larga”. 

Fonte: eBand - Redatora: Bárbara Forte
Roger Federer
 
Roger Federer está nas oitavas de final do Australian Open


O suiço Roger Federer, cabeça de chave número 2, venceu o belga Xavier Malisse, 45º do ranking, por 3 sets a 0, 6/3, 6/3 e 6/1, após 1h45min, pela terceira fase do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, nesta sexta-feira. O tenista da Basileia conseguiu um bom desempenho no saque, foram seis aces e 64% de aproveitamento no primeiro serviço. Ele ainda cometeu 36 erros não forçados, anotou sete break points em 17 oportunidades e 36 winners.  Nas oitavas de final, Federer encara o espanhol Tommy Robredo, 52º do mundo, que bateu o ucraniano Sergiy Stakhovsky, 43º, por 5/7, 6/2, 6/4 e 6/2.

Fonte: clicEsportes
 
Larry Page

 Troca de comando: Larry Page assume presidência-executiva do Google

 Após a divulgação dos lucrativos resultados trimestrais, o Google anuncia novo presidente-executivo. Larry Page, cofundador da gigante das buscas, assumirá o cargo a partir do dia 4 de abril, no lugar de Eric Schmidt, que ocupava o posto há dez anos. Eric passará a ser o chairman executivo da companhia, "focalizando externamente em negócios, parcerias, clientes e relacionamentos de negócio mais amplos", diz o comunicado. Sergey Brin, outro cofundador, vai concentrar suas atividades em projetos estratégicos, especialmente em novos produtos. Schimidt afirmou que a manobra foi apenas uma troca de papéis, e que agora pretende se concentrar menos nas operações internas da companhia e mais nas movimentações externas. "Larry, Sergey e eu passamos um bom tempo conversando sobre como as coisas vão caminhar e decidimos fazer algumas mudanças na maneira como estamos estruturados e como realizamos as operações. Nós sempre tomamos essas decisões juntos, e não poderia ser diferente agora", explicou Eric. 

Fonte: Portal Administradores.com.br

As reservas estratégicas de ouro da Tunísia, de 6,8 toneladas, não mudaram nos últimos 20 anos, indicou nesta sexta-feira à AFP uma fonte do Banco Central tunisiano, desmentindo mais uma vez a denúncia de que a mulher do presidente deposto Ben Ali tenha roubado 1,5 tonelada de ouro antes de fugir do país. "Há 5,3 toneladas de ouro nos cofres do Banco Central tunisiano (BCT) em Túnis e 1,5 tonelada no Banco da Inglaterra em Londres. Esta quantidade não mudou em 20 anos", afirmou um funcionário do BCT, que pediu o anonimato. Segundo o canal de televisão TF1 e o jornal francês Le Monde, a esposa do ex-ditador, Leila Ben Ali, teria fugido de Túnis com 1,5 tonelada de ouro em forma de lingotes no valor de 60 milhões de dólares. O BCT já havia negado estas informações na quarta-feira.

Fonte: Terra Brasil
Bin Ladem
 
Apesar de ameaça de Bin Laden, França reafirma compromisso no Afeganistão

A França reafirmou nesta sexta-feira seu compromisso no Afeganistão e assinalou que está "executando a verificação" da mensagem do líder da rede terrorista Al Qaeda, Osama bin Laden, na qual ameaçou matar reféns franceses que sejam sequestrados por seu grupo caso os soldados do país europeu não se retirem do território afegão.  "Temos a determinação de continuar nossa ação em favor do povo afegão ao lado dos nossos aliados", declarou um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores.  Em uma gravação de áudio transmitida nesta sexta-feira pela emissora de televisão "Al Jazira" e cuja autenticidade não pôde ser comprovada, Bin Laden havia afirmado: "A libertação de vossos reféns das mãos de nossos irmãos está condicionada à saída de vossos soldados de nosso país".  O porta-voz acrescentou que o Governo francês trabalha pela libertação de seus cidadãos e afirmou que não se sabe se a gravação se refere a todos os sequestrados ou apenas aos dois jornalistas da emissora "France 3", reféns há um ano no Afeganistão.  No total, oito cidadãos franceses estão sequestrados fora do país. Aos dois jornalistas citados se somam cinco franceses capturados no Níger em setembro de 2010, e um cidadão francês raptado em julho de 2009 na Somália e acusado de espionagem. 
Fonte: Terra Brasil
Sisu tem mais de um milhão de candidatos para as 83 mil vagas oferecidas


O Ministério da Educação divulgou, na madrugada desta sexta-feira (21/1), o balanço final das inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) . Até às 23h59 de quinta-feira, 2.020.157 de inscrições efetuadas por 1.080.194 candidatos. Questionado na Justiça, o prazo para inscriçãos e para as demais etapas ainda podem mudar.  Foram cinco dias de funcionamento e o número de inscritos é um terço dos estudantes que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O exame é necessário para a diplomação do ensino médio e também para quem pretende vaga no Prouni ou bolsa no Fies.  Os resultados das inscrições saem na segunda-feira (24/1) e poderão ser consutado no site do Sisu e pelo telefone 0800-616161. Já as matrículas para os aprovados serão em 27, 28 e 31 de janeiro pelo Sisu ou nas instituições. A segunda chamada fica para o dia 4 de fevereiro. São 83.125 vagas em 83 instituições públicas de ensino superior. 

Fonte: Correio Braziliense
Sisu tem mais de um milhão de candidatos para as 83 mil vagas oferecidas


O Ministério da Educação divulgou, na madrugada desta sexta-feira (21/1), o balanço final das inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) . Até às 23h59 de quinta-feira, 2.020.157 de inscrições efetuadas por 1.080.194 candidatos. Questionado na Justiça, o prazo para inscriçãos e para as demais etapas ainda podem mudar.  Foram cinco dias de funcionamento e o número de inscritos é um terço dos estudantes que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O exame é necessário para a diplomação do ensino médio e também para quem pretende vaga no Prouni ou bolsa no Fies.  Os resultados das inscrições saem na segunda-feira (24/1) e poderão ser consutado no site do Sisu e pelo telefone 0800-616161. Já as matrículas para os aprovados serão em 27, 28 e 31 de janeiro pelo Sisu ou nas instituições. A segunda chamada fica para o dia 4 de fevereiro. São 83.125 vagas em 83 instituições públicas de ensino superior. 

Fonte: Correio Braziliense

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

 
Paco Ragageles

 Campuseiros se solidarizam com as vítimas das chuvas do começo do ano

As chuvas de janeiro não estão fáceis pra ninguém. Os campuseiros, que também já sofreram ao seu modo com os estragos causados pelos temporais – já foram dois apagões, que deixaram a Campus Party no escuro, e uma grande queda na rede, possivelmente causada por estragos nos switches devido às oscilações de energia – resolveram se solidarizar com as vítimas das enchentes. No stand compartilhado pela Vivo e pela Telefonica, patrocinadoras do evento, uma urna recebe donativos que serão encaminhados às regiões afetadas – os campuseiros podem doar objetos de higiene, água potável e alimentos não perecíveis. A organização da Campus Party também está incentivando os campuseiros a doarem suas barracas, utilizadas para acampar no Centro de Exposições Imigrantes durante essa semana. As barracas pertencem aos campuseiros que pagaram para dormir na festa. De acordo com Paco Ragageles, um dos fundadores da Campus Party, todas as barracas doadas (que possuem merchandizing da Telefônica) serão direcionadas aos abrigos. Até o ano passado, as barracas veiculavam a marca do Speedy.

Fonte: Geek - Jaqueline Lafloufa

OMM

 

ONU diz que 2010 foi o ano mais quente da história

A OMM (Organização Meteorológica Mundial), ligada à ONU (Organização Meteorológica Mundial), ligada à ONU (Organização das Nações Unidas), informou nesta quinta-feira (20), em Genebra, que 2010 entrou para a lista dos anos mais quentes de que se tem registro, empatando com 2005 e 1998, o que confirma uma tendência "significativa" de aquecimento do planeta no longo prazo e aumenta a possibilidade de que os desastres naturais aumentem em intensidade e frequência. A temperatura global observada no ano passado foi 0,53ºC superior à registrada em um período de referência adotado pela instituição científica, que vai de 1961 a 1990. Os dez anos mais quentes desde que existem estatísticas a respeito ocorreram a partir de 1998, disse o diretor-geral da OMM, Michel Jarraud. Ele afirmou que o aquecimento global é um fato que ninguém mais pode negar e que a novidade é sua clara tendência a se reforçar ano a ano. O resultado confirma as avaliações preliminares baseadas em um período de dez meses e que foram apresentadas na reunião mundial sobre o clima de dezembro. A tendência também contribuiu para um derretimento ainda maior do gelo no Oceano Ártico – as geleiras caíram a níveis recorde em dezembro.

Fonte: Correio do Estado e R7
 
Centro de Gerenciamento de Emergências - CGE

 São Paulo sai do estado de atenção

A chuva que atinge a região metropolitana de São Paulo nesta quinta-feira deixou as zonas norte, oeste, sul, sudeste, centro e as regiões das marginais Pinheiros e Tietê em estado de atenção até as 15h40, informou o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura. Neste momento, há oito pontos de alagamento, um deles intransitável, na rua Romão Gomes, no Butantã, na zona oeste da capital.  De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 16h20, a cidade tinha 36 quilômetros de lentidão, índice dentro da média para o horário. Os pontos de maior lentidão estão na Marginal Tietê, sentido Ayrton Senna, pista expressa, da ponte da Casa Verde até a rua Azurita (3,7 Km); na Marginal Pinheiro, sentido Castelo, pista expressa, da rua Quintana até a rua Tucumã (2 km); na avenida Paulista, sentido Paraíso, da avenida Rebouças até a avenida Brigadeiro Luis Antonio (2 Km); na Marginal Pinheiros, sentido Castelo, pista local, da rua Quintana até a rua Tucumã (1,9 Km). A CET acionou seu plano emergencial de atendimento às enchentes. Os agentes de trânsito em serviço foram deslocados para monitorar os principais corredores de trânsito e locais com maior possibilidade de alagamentos, como a Marginal Tietê, a Marginal Pinheiros, o Vale do Anhangabaú e os entornos dos rios Tamanduateí, Aricanduva, Ipiranga e Pirajussara. Segundo o CGE, as instabilidades que atingiram a capital nesta tarde de quinta-feira perderam intensidade, restando apenas chuva fraca em boa parte das regiões. De acordo com imagens de radar, há pontos de chuva moderada apenas entre as zonas sul e leste, principalmente nos bairros de Ipiranga, Vila Prudente e São Mateus. Na Grande São Paulo, ainda há registro de precipitação forte em São Bernardo do Campo e Santo André. Às 15h, o aeroporto de Guarulhos registrou chuva com trovoadas, acompanhada de rajadas de vento de 45 km/h. Conforme previsão do CGE, a tendência é de que as áreas de chuva que ainda atingem a Grande São Paulo se desloquem para as cidades da baixada santista. Por conta da formação de muitas áreas de instabilidade que se deslocam pelo interior paulista, ainda há potencial para chuvas em toda a faixa leste do Estado, região em que se encontra a Capital. Nesta sexta-feira pouca coisa deve mudar nas condições atmosféricas. O risco de temporais permanece e as chuvas podem ocorrer um pouco mais cedo, logo nas primeiras horas da tarde. As simulações indicam a diminuição no volume de chuvas no sábado, devendo ocorrer apenas chuvas rápidas e isoladas. No domingo, as pancadas com maior intensidade voltam a ocorrer à tarde, mas serão bem isoladas. As temperaturas se mantém agradáveis durante as madrugadas e giram em torno dos 22ºC. Durante as tardes o tempo fica abafado, com períodos de sol e temperaturas muito próximas dos 30ºC.


Fonte: Último Segundo e iG - São Paulo
Flávio Castelo Branco

Indústria acelerou crescimento em novembro, segundo CNI

O ritmo da atividade industrial se intensificou em novembro de 2010, depois de alguns meses de crescimento moderado. A expansão foi observada em todas as seis variáveis de produção - faturamento real, horas trabalhadas, emprego, massa salarial real, rendimento médio real e utilização da capacidade instalada (UCI). A informação é da pesquisa Indicadores Industriais, divulgada nesta quinta-feira, 20, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Segundo a pesquisa, depois de cair 0,7% em outubro, em relação a setembro, o faturamento real da indústria voltou a subir no mês seguinte, com uma alta de 1,9% em novembro. Em relação a novembro de 2009, o faturamento cresceu 10,6%. A indústria operou com 82,6% da UCI em novembro, pelos dados sem sazonalidade, representando um aumento de 0,2% na comparação com outubro. Em relação a novembro de 2009, a UCI subiu 1,6%. Mesmo com essa recuperação, a utilização da capacidade instalada está 0,7% abaixo do registrado em setembro de 2008, antes da crise financeira internacional. "É positivo que o crescimento observado em todos os indicadores não está pressionando a UCI, comprovando que está havendo investimentos e, em conseqüência, instalação de novas unidades industriais. A demanda está sendo atendida sem afetar a UCI", ressaltou o gerente-executivo da Unidade de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco. De acordo com o levantamento da CNI, o emprego se expandiu 0,4% em novembro sobre outubro de 2010, superando em 2,3% o nível pré-crise. Em relação a novembro de 2009, o emprego cresceu 5,9%. Por sua vez, a renda real do trabalhador avançou 4,1% em novembro comparativamente a outubro. Em relação a novembro de 2009, o aumento foi de 0,6%. O desempenho da renda do trabalhador foi o maior responsável pelo aumento de 3,9% da massa salarial entre outubro e novembro de 2010. Além do aumento do emprego, cresceram as horas trabalhadas na produção. Esse indicador se expandiu 1,6% em novembro ante outubro. Ainda assim, ficou 1% abaixo dos níveis pré-crise financeira internacional, em setembro de 2008. Na comparação com novembro de 2009, as horas trabalhadas aumentaram 6,6%. Os principais indicadores cresceram na maioria dos setores pesquisados pela CNI em novembro de 2010 sobre o mesmo mês de 2009. A expansão do faturamento foi registrada em 18 deles. Os destaques foram de seis setores, nos quais a expansão ficou acima de 15%: material eletrônico e de comunicação, máquinas e materiais elétricos, produtos de metal, outros equipamentos de transporte, veículos automotores, couros e calçados.

Fonte: Portal Economia SC




Alexandre Tombini

Alta da Selic prejudica a indústria

O aumento da taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual, elevando a Selic para 11,25%, evidencia a manutenção da política de juros pelo BC (Banco Central) no Governo da presidente Dilma Rousseff, ou seja, conter a inflação via aumento da taxa de juros e restrições aos créditos como forma de restringir o consumo. No entanto, a medida não fi muito bem recebida pelos setores produtivos de MS. Na avaliação dos empresários, a alta restringe a competatividade da indústria. Na primeira reunião do Copom sob o mandato da presidente Dilma Rousseff e com o BC sob o comando de Alexandre Tombini, a Selic subiu de 10,75% para 11,25% em decisão foi unânime. Dessa forma a taxa tem sua primeira elevação após três reuniões seguidas (1º de setembro, 20 de outubro e 8 de dezembro do ano passado) em que o Copom decidiu mantê-la com a Selic atingindo também seu maior nível desde abril de 2009, já que última alta havia sido em julho de 2010, quando ela passou de 10,25% para 10,75%. Para o presidente da Fiems Sérgio Longen, a preocupação da indústria nacional neste momento é com o custo Brasil, formado por elevadas taxas de juros, variação cambial negativa e altíssima carga tributária. “Somado aos problemas de logística e a falta de marcos regulatórios, estes são os grandes entraves para os investimentos, o que acaba interferindo negativamente na competitividade industrial”, analisou. Segundo o dirigente empresarial, é passada a hora dos governos fazerem a lição de casa e reduzirem os gastos públicos para que os diversos setores da economia consigam se manter competitivos no atual mundo globalizado. “Os produtos importados chegam ao Brasil com preços baixos e quase sem concorrência com a indústria nacional. E os preços do mercado internacional são mais competitivos exatamente em decorrência do elevado custo Brasil, que ainda tem a sobrecarga dos impostos dos salários dos trabalhadores”, argumentou. Sérgio Longen reitera ainda que os governos, sejam municipais, estaduais ou federal, continuam usando a ferramenta do aumento de impostos como forma de cobrir os gastos públicos, penalizando a produção. “Nós, empresários, estamos sempre adequando nossos gastos com a receita. Ninguém pode gastar mais do que arrecada. Como os Governos gastam muito o aumento dos impostos e a criação de novas taxas são sempre a única saída que encontram”, lamentou. A elevação dos juros é o principal método utilizado para o BC para perseguir o centro da meta de inflação, medida pelo índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é de 4,5% para este ano. O mercado prevê que a inflação em 2011 será de 5,47%. No ano passado, a inflação foi de 5,91%, a maior registrada no país desde 2004. A Selic é usada como base, por exemplo, para os juros cobrados quando se parcela uma compra ou se pede dinheiro emprestado no banco. Se os juros básicos aumentam, as lojas fazem o mesmo com o crediário. Os juros também são usados como política monetária pelo governo para conter a inflação. Com juros altos, as prestações ficam mais caras e as pessoas compram menos, o que restringe o aumento dos preços. No caso de redução dos juros, o receio do governo é que haja muitas compras e as indústrias não consigam produzir o suficiente. Quando isso acontece, há falta de produtos no mercado, e os que existem ficam mais caros - é a chamada lei da oferta e da procura. Um aspecto positivo dos juros altos é que eles remuneram melhor as aplicações financeiras. Isso é bom para os investidores brasileiros e também para os estrangeiros que procuram o País. Quando alguém investe em fundos ou títulos públicos, por exemplo, recebe um rendimento mensal maior se os juros estiverem mais altos. Por outro lado, os juros altos prejudicam as empresas, que ficam mais receosas de tomar empréstimos para investir em expansão. Por isso os empresários reclamam dos juros altos. Nesse cenário, também se torna mais difícil a criação de empregos. O Copom foi instituído em junho de 1996 para estabelecer as diretrizes da política monetária e definir a taxa de juros.

Fonte: Correio do Estado