segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Fonte: Portal SRZD  * Com informações da Agência Brasil
Silvio Berlusconi

Berlusconi falta a audiência sobre suposta fraude fiscal 

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, não compareceu a uma audiência realizada nesta segunda-feira em um tribunal de Milão, em um julgamento no qual é acusado de fraude fiscal. Essa é a primeira de uma série de batalhas legais que o primeiro-ministro deve enfrentar nas próximas semanas. Em uma delas, Berlusconi é acusado de ter pago para ter relações sexuais com a dançarina marroquina Karima El-Mahroug, conhecida como "Ruby, ladra de corações", na época menor de idade. A dançarina, hoje com 18 anos, teria participado de festas na casa do premiê quando tinha 17. Berlusconi também responderá por abuso de poder em relação a uma suposta tentativa de livrar a mesma menor da prisão, depois que ela foi detida por furto. No julgamento desta segunda-feira, a Mediaset, maior rede privada de televisão italiana, sob controle de Berlusconi, é acusada de inflacionar o preço dos direitos de transmissão de filmes americanos, comprados por duas empresas offshore também controladas pelo premiê. Procuradores alegam que parte do dinheiro dessa compra não foi declarada, com o objetivo de formar um caixa dois. O julgamento foi suspenso em abril de 2010 devido a uma lei que garantia imunidade temporária ao primeiro-ministro. A Corte Constitucional italiana derrubou parte da lei no mês passado, determinando que juízes poderiam decidir individualmente, sem necessidade de decisões colegiadas, se Berlusconi tem "impedimento legítimo" para participar das audiências. Os advogados de Berlusconi não alegaram qualquer "impedimento legítimo" para que ele se ausentasse da audiência. Segundo o jornal Corriere Della Sera, a defesa do premiê afirmou que ele deve comparecer ao tribunal quando o julgamento for retomado, em 11 de abril. Berlusconi alega inocência tanto no caso de fraude fiscal quanto no que envolve a dançarina marroquina. O premiê afirma que ambas as acusações fazem parte de uma campanha contra ele iniciada pela esquerda italiana.

Fonte: Jornal Floripa

 

 

Receita Federal cria sistema para tirar dúvidas sobre o IR 2011 

A Receita Federal informou nesta segunda-feira (28) que criou um mecanismo de busca na seção de perguntas e respostas do programa de declaração do Imposto de Renda 2011. Com esse mecanismo, agora o contribuinte poderá digitar uma palavra-chave nas perguntas e respostas e o programa irá localizar a explicação. Ao final da busca, o contribuinte poderá ainda responder se encontrou a informação que procurava. Com o novo menu para o programa, a Receita espera que mais contribuintes usem as facilidades que a Receita oferece – e uma delas é o cadastramento de celular. Desde 2009, o contribuinte pode cadastrar o telefone celular para receber informações sobre a restituição (caso tenha imposto a restituir). Mas a informação ficava tão escondida no site da Receita, que poucas pessoas cadastravam o telefone. Agora a Receita espera expansão do uso da facilidade. Outra novidade com que o contribuinte poderá contar será um glossário online, para tirar dúvidas sobre os termos mais usados. O documento deve ser entregue no período de 1º de março a 29 de abril de 2011. O envio poderá ser feito pela internet, com o programa de transmissão Receitanet, disponível no site da Receita Federal (www.receita.gov.br), ou por disquete, nas agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, durante o horário de expediente. Para as declarações entregues em 2011, quem tiver renda anual em 2010 de até R$ 22.487,25, ou de até R$ 1.873,94, fica isento do pagamento de imposto e também de apresentar a declaração. Em 2010, para as declarações ano-base 2009, o limite era de R$ 17.215,08, ou seja, de R$ 1.434 de renda mensal.De acordo com a Receita, o primeiro lote de restituições do Imposto de Renda sai em junho. A data mais provável, ainda não fechada, é o 15 de junho. Os sete lotes do ano devem sair entre junho e dezembro, sempre no dia 15 de cada mês.O programa de Imposto de Renda 2011 teve o layout inspirado em uma linha de metrô. O objetivo da Receita é que o contribuinte - principalmente pessoa física - não se perca na hora de fazer a declaração e de acompanhar a situação (como pendências a pagar ou restituir).O desenho “amigável” já foi experimentado no ano passado e foi remodelado neste ano. A linha de metrô é, na verdade, um menu, divido em quatro grandes áreas: declaração, pagamento, processamento e restituição.  A “linha de metrô” estará disponível a partir desta terça-feira (1º) pelo endereço da receita:  www.receita.fazenda.gov.br/irpf2011  O menu estará disponível a qualquer tempo, mesmo depois que a declaração tenha sido entregue.


Fonte: R7
Tom Hooper
 
OSCAR 2011: Tom Hooper não quer ir bêbado ao programa de Oprah

O diretor Tom Hooper, vencedor na categoria de Melhor Diretor desta edição do Oscar por O Discurso do Rei, expôs um medo seu. "Eu não quero ser a primeira pessoa a ir ao programa da Oprah bêbado", disse ele após ganhar o prêmio, se referindo à entrevista que tinha marcado nesta segunda-feira pela manhã. A apresentadora esteve presente na festa introduzindo os indicados na categoria de Melhor Documentário. Hooper aproveitou para falar sobre o elenco com que trabalhou. "Eu acho que Geoffrey (Rush), Colin (Firth) e eu tivemos três semanas para trabalhar no roteiro e assim viramos grandes amigos. Há algo sobre a forma que eu filmei... Aquela doçura e compaixão é o DNA do filme", definiu. Como as cenas entre Rush e Firth foram filmadas primeiro, o clima no set foi de diversão. "Foi como uma comédia eterna. Helena (Bonham-Carter) via como se fosse uma história de amor entre homens. Atrás das câmeras, ela sempre nos provocava", relata Hooper.

Fonte: ClubClick
Thomaz Bellucci

Bellucci sobe 7 posições e volta ao top 30 da ATP 

Com a boa campanha realizada em Acapulco, quando chegou à semifinal, o tenista Thomaz Bellucci subiu sete posições e voltou ao top 30 do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais). Nesta segunda-feira, o brasileiro apareceu na 29ª colocação, com 1.285 pontos. Com isso, Bellucci se garantiu como cabeça de chave do Masters 1.000 de Indian Wells e Miami, disputados em quadras sintéticas, nos Estados Unidos. Em Acapulco, o tenista chegou à semifinal da competição quando foi eliminado pelo espanhol Nicolas Almagro por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 6/4. No torneio, o brasileiro conquistou sua primeira vitória sobre um top 10. Na oportunidade, bateu o espanhol Fernando Verdasco --nono colocado no ranking da ATP-- por 2 sets a 1

Fonte: Jornal Floripa


 Ronaldinho pode ser o protagonista que o Fla precisa


Ronaldinho Gaúcho pode ser o protagonista que o Fla precisa Acostumado a treinar grandes craques durante toda sua carreira, Vanderlei Luxemburgo sabe que tem um papel importantíssimo na volta de Ronaldinho Gaúcho ao futebol brasileiro.
O treinador espera que, com cobrança e incentivo, R10 volte a ser aquele jogador fora de série, consiga uma vaguinha na seleção e passe a ser protagonista.
Depois da vitória do Flamengo na final da Taça Guanabara, com gol de Ronaldinho, Luxa ressaltou que trabalhará muito para que o camisa 10 rubro-negro seja a estrela maior do futebol brasileiro. Mas, para isso, conta com a ajuda do próprio R10.
– O ser humano tem que ter objetivos. Tem de saber o que quer profissionalmente. Ronaldinho estava cansado da vida lá fora, distante da seleção e não foi à última Copa. Ele voltou ao Brasil para ser referência do time e está sendo cobrado para isso. Mas ele não precisa deixar de fazer o que está acostumado. Vai sair daqui agora e vai para uma feijoada da Grande Rio. O importante é desenhar o caminho. Vou cobrar, trabalhar e preparar ele para vencer. Mas ele tem que traçar esse objetivo também. Pela experiência que tem, por ser campeão do mundo, ele pode ser diferente. Se ele quer ser diferente, sair do que já é para um patamar mais acima, tem de sempre fazer algo diferente –, afirmou o treinador.
Tentando explicar mais o que espera sobre seu jogador mais badalado, Luxemburgo citou outros craques e a seleção brasileira. Mas o discurso continuou voltado para um só rumo: motivação para ser o melhor.
– Ele precisa pensar em ser uma referência na Copa do Mundo. Falei que os grandes jogadores, os melhores do mundo, têm de ser referência. Ronaldo e Pelé foram. Preciso mostrar para o camarada o que pode acontecer. Tem que criar um objetivo. Ele vai querer ser o coadjuvante ou o ator principal? Precisamos preparar o cara para ele render, para estar com uma cabeça boa. É trabalhar, trabalhar e trabalhar.

Fonte: Correio do Brasil
Discovery

 

Astronautas do Discovery aventuram-se em passeio no Espaço


Steve Bowen e Al Drew, astronautas do Discovery, vão aventurar-se, esta segunda-feira, numa caminhada pelo Espaço. Os dois homens devem ficar cerca de seis horas e meia fora da Estação Espacial Internacional.  De acordo com a NASA, os dois astronautas vão aproveitar a caminhada para instalar um cabo de extensão de energia e mover uma peça para bombear para um módulo externo e instalar uma câmara do lado direito da nave, para criar mais um ponto de contacto entre a estação espacial e a Terra. O Discovery vai ficar menos de uma semana acoplado à Estação Espacial Internacional. A tripulação vai lá deixar, entre outras peças, o Robonauta, o primeiro robô humanóide a ir para o espaço.

Fonte: TVI24

Verônica Costa

 

Verônica Costa presta depoimento na  Delegacia do Recreio dos Bandeirantes


A funkeira e ex-vereadora Verônica Costa, a Mãe Loura, chegou por volta das 7h30 desta segunda-feira (28) à Delegacia do Recreio dos Bandeirantes (42ª DP), na zona oeste do Rio de Janeiro.
Ela vai depor sobre as acusações feitas por seu ex-marido, Márcio Giovani Costa, que a acusa de torturá-lo por 20 horas. Com queimaduras pelo corpo, Costa está internado no hospital Pasteur, no Méier, zona norte.
De acordo com a assessoria da unidade, ele passará por uma cirurgia às 11h para acelerar o processo de cicatrização das feridas. Costa respira sem a ajuda de aparelhos e está lúcido.
A polícia aguarda o comparecimento dos familiares de Verônica, que também foram intimados a prestar depoimento na delegacia.  
Costa foi transferido na tarde de sexta-feira (25) do CTI (Centro de Terapia Intensiva) da unidade para um quarto particular. Ele foi internado no início da semana passada com queimaduras de segundo grau na cabeça, pescoço, tórax, pernas e braços.
Em depoimento à polícia, ele afirmou que os irmãos e o padrasto de Verônica o amarraram em sua própria casa e vendaram os seus olhos. Segundo a vítima, a ex-mulher o espancou e espalhou um produto químico que parecia combustível por seu corpo.
As agressões teriam ocorrido, segundo Costa, porque Verônica achava que ele tinha uma amante e o acusava de roubar dinheiro da campanha eleitoral de 2010, quando ela perdeu a disputa para deputada estadual. A reportagem do R7 tentou contato com Verônica Costa, mas não teve retorno até a publicação desta reportagem.

Fonte: R7



Lucro da TAM recua 48% em 2010, para R$ 637 milhões

A TAM registrou lucro líquido de R$ 637,4 milhões em 2010, queda de 48,9% na relação com 2009 quando lucrou R$ 1,24 bilhão, segundo divulgação do balanço de resultados comunicado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários). No quarto trimestre, a TAM registrou lucro de R$ 150,6 milhões, alta de 7,9% na relação com o terceiro trimestre (R$ 139,6 milhões).
O Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização, na sigla em inglês) somou R$ 1,6 bilhões em 2010, ante R$ 812 milhões em 2009, alta de 106,4% na comparação anual. Na comparação do quarto com o terceiro trimestre houve queda de 54%, com resultados R$ 394,4 milhões e R$ 857,5 milhões, respectivamente. 

Fonte: O Documento
Novo premiê tunisiano pede voto de confiança
O  novo premiê da Tunísia, Al-Baji Caid Al-Essebsi, pediu hoje um voto de confiança para impulsionar a transição democrática, depois que a principal central sindical do país rejeitou sua nomeação em substituição de Mohamed Al-Ghannouchi. Al-Essebsi, um ex ministro do primeiro governo tunisiano sob a presidência do pai da independência, Habib Burguiba, fez seu chamado imediatamente depois que o mandatário, Fouad Mebazaa, o nomeou chefe do gabinete provisório.Tanto Mebazaa como Al-Essebsi instaram à cidadania à acalma e a evitar as manifestações de rua programadas para esta segunda-feira em demanda de que demita todo o Governo. Al-Ghannouchi anunciou no domingo sua renúncia ao cargo forçado por gigantescas e repetidas protestos nesse sentido, dado que considerava-se-lhe um prolongamento do regime de Zine El-Abidine Ben Ali, o presidente derrubado pelas revoltas populares de 14 de janeiro. O veterano político tinha sido premiê durante 11 dos 23 anos de mandato de Ben Ali, que fugiu para Arábia Saudita com sua família depois de ser defenestrado e na equipe inicial de transição manteve a numerosos titulares da anterior administração. "Esta renúncia não significa que fuja de minhas responsabilidades, é para abrir o caminho a outro premiê que espero tenha uma maior margem de ação que o que eu tenho tido para dar esperança ao povo tunisiano", comentou Al-Ghannouchi em um pronunciamento televisivo. Por seu lado, Al-Essebsi garantiu que criará o ambiente de estabilidade propício para a realização de eleições livres e transparentes, previsivelmente em meados deste ano. No entanto, milhares de tunisianos continuavam hoje suas reivindicações contra o que consideram uma tentativa de desvirtuar o movimento democrático iniciado com os protestos em Sidi Bouzid o 17 de dezembro de 2010. Dados oficiais indicaram que entre a sexta-feira e no sábado morreram cinco pessoas por causa da repressão das forças de segurança contra as demonstrações de descontentamento que terminaram em choques violentos na central avenida Habib Burguiba desta capital. A União Geral de Trabalhadores da Tunísia (UGTT) recusou a designação da el-Essebsi e reiterou sua demanda de que renuncie em pleno o gabinete provisório para conseguir um compromisso renovado de honrar todas as pretensões do que descreve como "revolução". O advogado tunisiano e ativista de direitos humanos Ziad Cherni também considerou insuficiente a substituição do premiê para aplacar os protestos, e opinou que o "governo agora não responde aos desejos da revolução, mudou a cabeça, mas não o regime". Fonte Prensa Latina     .

Hosni Mubarak

 

 

Hosni Mubarak é proibido de deixar o Egito


A Justiça do Egito proibiu o ex-presidente Hosni Mubarak de deixar o país, anunciou nesta segunda-feira a TV estatal do país. A proibição vale, também, para a mulher de Mubarak, Suzanne, seus dois filhos, Ala e Gamal, e suas duas noras.
O procurador-geral do Egito, Abdel Meguid Mahmud, já havia pedido o congelamentos dos bens de Mubarak e sua família, inclusive no exterior. Por meio de advogado, o ex-líder afirmou não possuir bens no exterior.
A renúncia de Mubarak aconteceu em 11 de fevereiro, após 18 dias de protestos contra seu governo. Ele transferiu o poder para o Exército e, desde então, vive com a família em sua residência na cidade de Sharm el-Sheikh.
Mubarak assumiu o cargo após a morte do presidente Anwar Sadat, em 1981. Sadat foi assassinado por militantes islâmicos durante uma parada militar no Cairo. Mubarak, sentado ao seu lado, teve sorte em escapar ileso.
Desde então, já sobreviveu a pelo menos seis tentativas de assassinato - na mais séria, o ataque ao carro presidencial logo após a chegada de Mubarak à capital da Etiópia, Addis Abeba, em 1995, para participar de uma cúpula de países africanos.
Além do talento para se desviar dos tiros, o ex-comandante da Força Aérea também segurou com força as rédeas do poder, assumindo um papel de aliado confiável dos Estados Unidos e combatendo um poderoso movimento de oposição em casa.
Nascido em 1928 em uma pequena cidade na província de Menofiya, perto do Cairo, Mubarak manteve sua vida particular longe do domínio público. Ele é casado com Suzanne Mubarak - de ascendência britânica, formada na American University, no Cairo - e tem dois filhos, Gamal e Alaa.
Mubarak não fuma, não bebe e é conhecido por levar uma vida regrada e saudável, com uma rígida rotina diária que tem início às 6h. No passado, amigos e colaboradores próximos reclamavam da rotina do presidente, que começava com uma sessão na academia ou um jogo de squash.
Apesar da falta de apelo popular, o militar criou uma reputação de estadista internacional com base na questão que resultou na morte de Sadat: a busca da paz com Israel.

Fonte: Último Segundo

 Dilma Rousseff

 CAFÉ COM A PRESIDENTA

Lei do salário mínimo garante estabilidade para o trabalhador

"O que queremos é continuar a valorização do salário mínimo para gerar riqueza"



A partir de amanhã o salário mínimo passa a custar R$ 545,00. A nova política de valorização do salário mínimo é assunto do Café com a Presidenta. Para Dilma Rousseff, a lei sancionada na última sexta-feira (25) dá mais segurança e estabilidade para o trabalhador. A presidenta comenta ainda a criação de 152 mil novas vagas de emprego com carteira assinada no mês de janeiro. Apresentador: Oi, gente, eu sou o Luciano Seixas e estamos começando mais um bate-papo com a presidenta Dilma Rousseff. Bom dia, presidenta, tudo bem com a senhora?
Presidenta: Tudo bem, Luciano. Tudo bem.
Apresentador: Presidenta, definido o salário mínimo de R$ 545,00, valendo a partir de amanhã, 1º de março. E, junto com ele, o Congresso aprovou as regras para os aumentos do mínimo nos próximos quatro anos. Como é que vai ser isso, presidenta?

Presidenta: Olha, Luciano, esse é um momento importante para o trabalhador. E o principal é que agora temos uma lei que dá segurança e estabilidade para o trabalhador e para a trabalhadora que ganha um salário mínimo. Na sexta-feira, eu assinei a lei que cria a política de longo prazo de valorização do salário mínimo, com ela, todos sabem de antemão quais são as regras e os critérios de aumento do salário mínimo, daqui até 2015Apresentador: E como estas regras vão funcionar? Presidenta: Primeiro, Luciano, eu quero lembrar que a Lei de Valorização do Salário Mínimo consolida um acordo fechado pelo governo Lula com os trabalhadores, por meio das centrais sindicais, ainda em 2007. A primeira regra, Luciano, acertada é a seguinte: é preciso garantir que o salário mínimo não perca o valor e, para isso, ele precisa acompanhar a inflação. Porque se o preço do alimento subir, o preço do transporte subir, o preço das roupas subir, o salário também tem que subir junto.
Apresentador: Isso é a chamada correção pela inflação, não é?
Presidenta: Isso mesmo, Luciano. Mas dar apenas a inflação não é suficiente para aumentar o poder de compra do salário mínimo ao longo do tempo. Todo mundo merece melhorar de vida, não é? Então, o que ficou acertado é a segunda regra: além da inflação, o salário mínimo tem que ter um ganho real, uma valorização. E este aumento real deve acompanhar o crescimento da economia. Você sabe, não é, Luciano, que aumento da economia aparece em um número chamado Produto Interno Bruto, o PIB, é ele que todo ano diz se a economia cresceu ou não, e quanto ela cresceu.
Apresentador: Sei. Nós, jornalistas, gostamos de simplificar, dizendo que o PIB mostra como foi a produção de riquezas do país.
Presidenta: É essa a ideia. Quando o país produz mais riquezas, o trabalhador também deve ganhar mais. É esse ritmo da economia que o salário mínimo passou a acompanhar, Luciano.
Apresentador: Quer dizer, se a economia cresce, ótimo; mas se ela cai, o trabalhador perde salário?
Presidenta: Não, Luciano, o trabalhador não perde salário. Quando a economia não cresce ou mesmo diminui, o cálculo do reajuste considera que o crescimento do PIB foi zero, nulo – não há desconto de salário mínimo. Mas o mínimo, ainda nesse caso, tem a correção pela inflação. É o que aconteceu em 2009. A economia caiu, o mínimo não caiu, ele vai ser corrigido agora pela inflação e por isso vai chegar a R$ 545,00.
Apresentador: Então, o salário mínimo cresce menos, mas o poder de compra fica garantido?
Presidenta: Isso mesmo. O trabalhador, Luciano, fica protegido.
Apresentador: Presidenta, com esta lei agora aprovada já daria para imaginar o salário mínimo de 2012?
Presidenta: Olha, Luciano, fazendo uma conta rápida, já que ainda não temos todos os números, estará em torno de 13%, mais ou menos, o aumento. Porque a economia cresceu bastante no ano passado, acima de 7%, mais a inflação de 2011, vamos chegar, nós estamos calculando, a um salário mínimo de R$ 616,00 no início do ano que vem. Com essa regra aprovada no Congresso, Luciano, vai ser um ganho real importante, você não acha?
Apresentador: A senhora tem uma avaliação dos resultados dessa política nos últimos anos?
Presidenta: Veja, Luciano, o que nós queremos é continuar a valorização do salário mínimo para gerar riquezas e para fazer a roda da economia girar com vigor. Porque o salário mínimo tem impacto direto na vida das pessoas e na economia do país. Isso significa mais comida na mesa, uma vida melhor para muita gente, e mais dinheiro circulando, não é, Luciano, o que faz a roda da economia girar.
Apresentador: É verdade. E quando a economia gira, aumenta a oferta de emprego.
Presidenta: É isso aí, uma coisa puxa a outra. O salário sobe e as pessoas compram mais, as vendas crescem, a produção aumenta e novos empregos aparecem. Uma comprovação disso é a quantidade de empregos criados agora em janeiro: 152 mil novas vagas. É um sinal importante. Olha, desde 92, o governo acompanha o mercado de trabalho, e nunca havia registrado um crescimento das vagas tão grande no mês de janeiro como aconteceu no ano passado e este ano – isso é a roda da economia girando, Luciano – e se depender do empenho do meu governo, tenha certeza, essa roda vai girar mais e mais, vai ajudar o país a gerar riquezas, a reduzir a pobreza e a construir uma vida melhor para todos e todas. Por isso, Luciano, lema do meu governo é: país rico é país sem pobreza.
Apresentador: Você ouviu a presidenta Dilma Rousseff falando sobre emprego e sobre a nova lei de valorização do salário mínimo. Obrigado, presidenta, pelas informações, e até semana que vem.
Presidenta: Eu te agradeço muito, Luciano. Tchau.
Apresentador: E lembre-se, você pode ouvir este programa na internet, o endereço é www.cafe.ebc.com.br. O Café com a Presidenta volta na próxima segunda-feira. Até lá.

sábado, 26 de fevereiro de 2011



 
 
Empreendedoras de Teresópolis têm crédito aprovado pela Investe Rio

A Investe Rio, Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro, vinculada ao Governo Estadual, já aprovou duas linhas de crédito para Teresópolis. As contempladas são expositoras da Feirinha de Teresópolis, localizada no bairro do Alto. Os financiamentos, no valor de R$ 6 mil e R$ 3, 5 mil, ajudarão as artesãs a se reerguerem após o temporal de 12 de janeiro.
 
A iniciativa é uma ação conjunta da Prefeitura de Teresópolis e da Investe Rio, que instalou um posto de atendimento na cidade. O objetivo é orientar empresários, empreendedores individuais (EI) e pessoas físicas sobre as linhas de financiamento destinadas a recuperar os empreendimentos afetados pelas chuvas, através do PAS (Programa de Apoio Solidário).
 
Gabriela Pinto é uma das expositoras que conseguiram o financiamento. Moradora de Albuquerque, a artesã não teve danos diretamente, mas como o movimento do comércio em geral caiu nas semanas seguintes ao temporal, ela precisou de ajuda financeira. “Como o movimento de clientes na Feirinha diminuiu um pouco nas semanas seguintes da chuva de 12 de janeiro, eu não consegui arcar com todas as despesas. Essa linha de crédito da Investe Rio vai me ajudar a quitar as contas e pagar as bordadeiras”, explicou Gabriela, que vende roupa infantil na Feirinha de Teresópolis há seis anos.
 
O Secretário de Desenvolvimento Econômico, Nassouh Ejje, destacou a importância do PAS para os empresários que tiveram algum tipo de prejuízo com o temporal de 12 de janeiro. “Essa é mais uma ação da Prefeitura em conjunto com a Investe Rio que visa atender micros, pequenos e médios empresários que sofreram algum tipo de perda e hoje se concretiza com a liberação dos primeiros financiamentos. Esse crédito pode ajudar as empresas a reerguer seus negócios, saldar compromissos”, frisou Nassouh Ejje.
 
O núcleo atende uma média de 20 pessoas por dia. O posto está instalado na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, na Rua Darcy Menezes de Aragão, 51, na Várzea e o horário de atendimento é de segunda à sexta, das 10h às 12h e 14h às 16h.
 
Através do Programa de Apoio Solidário (PAS), a Investe Rio disponibiliza cerca de R$ 30 milhões para a recuperação de pequenas e médias empresas atingidas pelas fortes chuvas na Região Serrana. A meta é liberar os recursos rapidamente e com juros menores. Há dois tipos de linhas de crédito: uma vinda de recursos próprios, com empréstimos de até R$ 6 mil e outra com o repasse do BNDS (Banco Nacional de Desenvolvimento Social), com valores que podem chegar a R$ 2 milhões.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Teresópolis
Carlos Lupi
 
Ministro Carlos Lupi em Teresópoli​s

O Ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, estará em Teresópolis neste sábado, dia 26. Na ocasião, ele se encontrará com o Prefeito Jorge Mario e seguirá para Bonsucesso, às 10 horas, na quadra de esportes Show de Bola (Estrada Teresópolis-Friburgo, km 28), onde fará palestra para agricultores, empresários e moradores da localidade.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Teresópolis

Jesus Luz
 
Teresópolis ganha doação de R$ 19.250 do DJ e modelo Jesus Luz


Num gesto de solidariedade, o DJ e modelo Jesus Luz esteve em Teresópolis nesta sexta, 25, para entregar ao Prefeito Jorge Mario uma doação no valor de R$ 19.250. Destinado ao atendimento das vítimas do temporal que em 12 de janeiro causou grande destruição em várias áreas do município, o montante foi arrecadado no show beneficente “Luz para a Serra”, realizado no dia 19 de fevereiro numa boate no Rio de Janeiro e que reuniu cerca de 700 convidados. O dinheiro será depositado no Fundo Municipal Emergencial SOS Teresópolis.
 
Logo após a entrega da doação, que foi acompanhada pelo Subsecretário Estadual de Governo, Edilson Silva, na ocasião representando o Governador Sérgio Cabral, Jesus Luz foi até Campo Grande, uma das localidades mais afetadas pela calamidade na zona urbana, junto com o Prefeito Jorge Mario. O ex-namorado da cantora Madonna contou que estava trabalhando no exterior na época do temporal. “Eu soube do ocorrido através dos meus amigos, acompanhei pela internet e os noticiários. E quando voltei ao Brasil logo projetei esse evento, para arrecadar fundos e ajudar a cidade. Se todos ajudarem, vamos conseguir mudar a situação”, disse Jesus Luz em Campo Grande, impressionado com a destruição causada pelo temporal.
 
O Prefeito Jorge Mario enalteceu e agradeceu o gesto de solidariedade do modelo e DJ. “Muito mais importante do que o valor doado por Jesus Luz é a presença dele na nossa cidade, que com certeza vai sensibilizar e mobilizar mais pessoas em um grande movimento pela reconstrução de Teresópolis. Tenho convicção de que a união do Poder Público, sociedade e celebridades, como ele, vai fazer com que nossa cidade se torne melhor do que era antes”, conclamou Jorge Mario.
 
Segundo o Subsecretário Edilson Silva, a Secretaria de Estado de Governo atuou como elo de ligação entre Jesus Luz e o Prefeito Jorge Mario. “A vinda de Jesus Luz a Teresópolis e a atuação das equipes do Governo do Estado mostra que continuamos trabalhando junto com o Prefeito Jorge Mario pela recuperação do município. Essa é a preocupação do Governador Sérgio Cabral: continuar com essa parceria até a recuperação total da cidade”, destacou.
 
Esta é a segunda doação feita por celebridade a Teresópolis para ajudar as vítimas das chuvas. A primeira aconteceu no dia 22 de janeiro, quando o Prefeito Jorge Mario recebeu um cheque no valor de R$ 25 mil doados pela atriz Gisele Fraga.  Ela ganhou um automóvel Kia Soul Flex na Ilha de Caras e doou o valor do carro para as vítimas das enchentes de Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Teresópoolis
 
 
Prefeitura usa entulho de obra em operação tapa-buracos no Meudon e Albuquerque

Restos de construções domiciliares, o popular entulho de obra, são utilizados regularmente pela Prefeitura de Teresópolis para tapar buracos em vias públicas sem calçamento. O objetivo é melhorar o tráfego de veículos nas ruas que não têm projeto de asfaltamento em curto prazo.

Para realizar esse tipo de serviço, desde a última quinta-feira, 24, caminhões da Secretaria de Obras e Serviços Públicos estão recolhendo entulho de construção civil, que foram doados à Prefeitura pelo empreiteiro Antonio Marcos Rodrigues de Souza. Ele é responsável pela demolição de um imóvel situado na Rua Carmela Dutra, em Agriões. “Doamos para a Prefeitura de Teresópolis um entulho fino para tapar buracos nas ruas sem asfalto. Várias prefeituras no estado do Rio fazem esse tipo de serviço”, explica Antonio Marcos. 

Segundo o Secretário de Obras e Serviços Públicos, em vez de serem descartados no aterro sanitário, os restos de construção são reaproveitados. “É um material que sai a custo zero, visto que é doado à Prefeitura. O entulho é transportado até a sede da Secretaria de Obras, na Várzea. Depois, o material é levado até os locais onde será executado o serviço de tapa-buracos”, esclarece Luiz Antonio da Costa, acrescentando que os restos da demolição da Rua Carmela Dutra estão sendo utilizados para melhorar a trafegabilidade nas estradas Jacarandá (Meudon), Rodésia, Uganda e Angola (Albuquerque). O que sobrar será usado para calçar as cabeceiras de duas pontes na localidade de Varginha, no interior do município. 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prafeitura Municipal de Teresópolis

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

 
ONU

 

ONU discute o papel da sociedade civil no combate à desertificação


O terceiro dia (24/2) de discussões na 9ª Sessão do Comitê para Revisão da Implementação da Convenção de Combate à Desertificação (CRIC9) foi dedicado à sociedade civil organizada.
Pela manhã, os delegados abordaram em plenária o papel das organizações da sociedade no processo de implementação da convenção e no cumprimento de metas de combate à desertificação. As partes defenderam a ampliação da participação da sociedade civil no processo de elaboração dos relatórios nacionais e de sua atuação em fóruns internacionais. Ressaltaram ainda a importância das ONGs para a elaboração de políticas públicas de Estado.
À tarde, a sessão foi aberta ao diálogo e representantes de ONGs foram convidados a apresentar suas atividades na plenária da CRIC9. Pontos focais da sociedade civil articulada de cinco países, representando as 18 instituições presentes, incluindo  o Brasil, expuseram suas experiências e desafios com as comunidades rurais, além de recomendações para a implementação da convenção. Os discursos evidenciaram a importância da valorização dos conhecimentos tradicionais, da transferência e disseminação das boas práticas, e da ampliação da destinação de recursos às organizações.
Entre as reivindicações mais marcantes que a sociedade civil traz para o CRIC figura uma participação efetiva das ONGs na implementação da convenção, com iniciativas reais, de campo, envolvendo as comunidades locais e o intercâmbio de conhecimentos.
No caso brasileiro, para que haja uma efetividade do envolvimento da sociedade civil é necessário a definição de um marco legal específico que facilite as relações com o Governo Federal.  E essa é uma luta que as ONGs vêm travando há alguns anos. "A elaboração de um marco legal adequado à realidade da sociedade civil é uma condição necessária e fundamental para potencializar o trabalho das organizações, que querem contribuir com as políticas públicas, mantendo sempre a legalidade e a lisura do processo", argumenta Paulo Pedro Carvalho, coordenador da ONG Caatinga e ponto focal da sociedade civil do Brasil junto à Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (UNCCD).
"É preciso definir uma nova forma de relação entre o governo e as pessoas que operacionalizam as ações de enfrentamento da desertificação. A ideia é que esse novo marco legal mude esse lógica e facilite o processo", opina Francisco Campello, ponto focal do Brasil na UNCCD.
O reconhecimento das práticas adotadas pelas organizações da sociedade civil pela UNCCD também foi amplamente questionado. Os representantes das ONGs acreditam que à UNCCD caberia um maior esforço para disseminação das ações. "Sem dúvida, quem tem maior atuação no campo prático é a sociedade civil", afirma Carvalho. Ele defende o conceito da agroecologia, aliado a iniciativas de segurança alimentar e nutricional, educação contextualizada, e acesso à água e à terra, como uma alternativa para a problemática da desertificação. "As pessoas podem produzir, recuperando o que está degradado. Propõe-se, nesse sentido, a convivência com a realidade conforme ela está colocada", defende.
A Articulação no Semiárido (ASA), formada por mais de mil organizações da sociedade civil que atuam na gestão e no desenvolvimento de políticas de convivência com a região semiárida, tem a captação e a gestão democrática da água como um de seus principais elementos de luta.
"A água precisa ser melhor administrada e cuidada. Para nós, não se resolve o problema das secas com grandes obras, mas com iniciativas simples, como é o caso dos sistemas de captação de chuvas ou de águas pluviais. A partir das cisternas, você consegue a água tanto para produzir quanto para consumo", afirma Carvalho. 
Nesse contexto, em 2003 a ASA lançou o Programa de Formação e Mobilização Social para a Convivência com o Semiárido: um milhão de cisternas rurais (P1MC). O P1MC desencadeou um movimento de articulação e convivência sustentável com o ecossistema do Semiárido, por meio do fortalecimento da sociedade civil, da mobilização, envolvimento e capacitação das famílias. Segundo Carvalho, o objetivo do P1MC é beneficiar cerca de 5 milhões de pessoas em toda a área afetada.
O programa, que recebe o apoio do Governo Federal, por meio dos Ministérios do Desenvolvimento Social, do Meio Ambiente e da Integração, atende nove estados do Nordeste, além de Minas Gerais e Espírito Santo. As próprias comunidades ajudam na implantação das cisternas. "Já construímos cerca de 350 mil cisternas, o que representa um benefício a 2 milhões de pessoas. Além disso, o programa é executado de maneira descentralizada. A comunidade ajuda no levantamento das famílias, na mobilização e documentação, na construção e na manutenção [das cisternas]", revelou.
As famílias envolvidas na construção também recebem cursos de capacitação e de gerenciamento dos recursos hídricos. Cada cisterna comporta 16 mil litros de água, que servem para beber e cozinhar, quantidade suficiente para abastecer uma família de cinco pessoas durante oito meses, o período de estiagem no Semiárido. A água é captada por calhas instaladas no telhado das casas e o custo de cada cisterna é de aproximadamente R$ 1,5 mil.
Segundo o ponto focal da sociedade civil, apesar de vários países demonstrarem interesse e já adotarem o projeto em suas comunidades, a disseminação das práticas ainda é um desafio a ser vencido.
A 9ª Sessão do Comitê para Revisão da Implementação da Convenção de Combate à Desertificação (CRIC9) vai até esta sexta-feira, 25/2, em Bonn, Alemanha.

Fonte: E-Informa - Cadija Tissiani / IICA


Tabela do IR será reajustada em 4,5, diz Ministro Luiz Sérgio

A presidenta Dilma Rousseff determinou ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, que prepare o texto da Medida Provisória (MP) estabelecendo reajuste de 4,5% para a tabela do Imposto de Renda (IR). A informação é do ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio, em entrevista coletiva, nesta quinta-feira (24/2), no Palácio do Planalto. Luiz Sérgio explicou que o índice que vai majorar a tabela é fruto de entendimento com as centrais sindicais.
O ministro disse também que a presidenta Dilma ficou satisfeita com a aprovação, ontem (23/2), no Senado Federal, do projeto de lei que estabelece a política de reajuste do salário mínimo até o ano de 2015. Ele explicou que “a aprovação [do projeto] foi muito importante para o país e para os trabalhadores”.
Luiz Sérgio afirmou que o governo não trabalha com mecanismo de retaliação para parlamentares que votaram contra a proposta, mas é uma questão que cabe aos partidos da base aliada.
“A grande maioria da base votou com o governo. O governo não trabalha com mecanismo de retaliação”, disse.
O ministro explicou que o projeto vai ser sancionado pela presidenta Dilma Rousseff tão logo chegue ao Palácio do Planalto. Porém, Luiz Sérgio não soube precisar a data que receberá a assinatura, fato que deve ocorrer ainda neste mês de fevereiro. Além disso, o ministro garantiu que o texto não receberá veto. Até mesmo o artigo que trata de fixar o valor do mínimo por meio de decreto será mantido.
“Veto ao mecanismo do decreto não existe. O governo está seguro quanto a validade deste instrumento”, assegurou.
Na entrevista, Luiz Sérgio descartou qualquer debate no âmbito do governo para restabelecer a volta da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) e que nenhum parlamentar da base tem autorização para tratar do tema em nome do governo.
Segundo informou, dentro dos próximos dias sairá o decreto detalhando o contingenciamento de R$ 50 bilhões do Orçamento da União.
Numa outra frente, conforme explicou, vem sendo produzido levantamento que permitirá fixar o percentual de reajuste dos benefícios do programa Bolsa Família. Existe possibilidade de decidir sobre o assunto até a próxima terça-feira (1º/3), quando a presidenta Dilma estiver visitando o município de Irecê, no sertão da Bahia.

Fonte: Blog do Planalto

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Jesus Luz
 
Sugestão de Pauta - Jesus Luz vem a Teresópoli​s e entrega doação às vítimas das chuvas

O Prefeito Jorge Mario se encontrará nesta sexta-feira, às 10h30, em seu gabinete, com Jesus Luz. Na ocasião, o modelo e DJ entregará uma doação da renda arrecadada no último final de semana, quando comandou a apresentação beneficente "Luz na Serra", para ajudar as vítimas das chuvas da região serrana. Na sequência, Jesus visitará um dos abrigos da cidade.


Fonte: Assessoria de Comunicaçaõ da Prefeitura Municipal de Teresópolis


Ronaldo Fialho

Projeto Palhaço na Praça marca retomada do Cultura nos Bairros 

Com atividades de música, animação cultural, teatro de rua e contação de histórias, teve início no último domingo, 20 de fevereiro, a temporada 2011 do Projeto Cultura nos Bairros, desenvolvido pela Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, em parceria com o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Cultural dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro (Padec). Agregando valor às atividades realizadas na Praça Maria Corina, na Barra do Imbuí, o evento teve a participação do Projeto Palhaço na Praça, realizado pelo grupo OFF-SINA, do Rio de Janeiro, que divertiu adultos e crianças.

“O Cultura nos Bairros é um dos projetos mais bem-sucedidos da Secretaria de Cultura e, a partir de agora, receberá ainda mais o nosso incentivo, contribuindo para as comunidades com arte e entretenimento, além de descobrir e estimular artistas locais. Estamos aqui para nos solidarizarmos na reconstrução de nossa cidade, trazendo arte e entretenimento às pessoas. Vamos continuar este e outros trabalhos, elevando a cultura em Teresópolis”, comentou o Secretário de Cultura, Ronaldo Fialho, lembrando que, a partir de agora, o Cultura nos Bairros terá edições no segundo e terceiro domingo do mês, atendendo os diversos bairros da cidade.

Programação
Abrindo as atividades nesta temporada 2011, os agentes da Secretaria de Cultura encenaram o espetáculo ‘João Fazendo’, um animado esquete de teatro rua, que aborda a consciência para a ecologia e a preservação do meio ambiente. Logo depois, a cantora e repentista Wanda Pinheiro fez sucesso com canções como ‘Beijinho Doce’, ‘Estúpido Cupido’ e ‘Fuscão Preto’, que se tornaram quase uma marca do projeto.

A banda ‘Obrigada por nos ouvir’, formada por crianças abrigadas na Pousada Saint Germain, encantou o público com a congada, acompanhada dos músicos Bulo Fialho e Arnaldo Almeida, do ator Thiago Hausen e da professora Andréa Fialho. Em seguida, foi a vez do grupo ‘Encantos e Batuques’, que apresentou o melhor da congada de Minas e do baião de princesa. O evento teve ainda a participação do cantor Paulo Medeiros e da Trupe da Casa, formada pelas professoras Andréa Fialho, Jeanette Albuquerque, Mônica Botafogo e Patrícia Araújo, que fizeram contação de histórias, apresentando ‘Chapeuzinho Amarelo’, de Chico Buarque.

Grupo OFF-SINA
Por volta das 18h, teve início a segunda parte da programação, com a realização da VIII edição do projeto Palhaço na Praça – Região Serrana, encenado pelo Grupo OFF-SINA, que lotou e divertiu o público na Praça Maria Corina. As atividades foram divididas em três partes. Primeiro, se apresentou a Banda Rio, uma retreta circense. Depois, foi a vez do espetáculo de circo-teatro ‘E o palhaço o que é’, que abordou de forma lúdica e poética o universo circense, contando as travessuras e as interpretações do casal de palhaços Café Pequeno e Currupita. Por fim, já era noite quando teve início a última parte da programação, com a apresentação de ‘Hoje tem mamulengo’, teatro de fantoches encenado pelo Grupo Grão, formado pelos artistas locais Xando Pernambuco e Gustavo Agostini. Encerrando a programação, um clima saudável de carnaval, com marchinhas, palhaços e muita serpentina.

“Normalmente, nosso trabalho é voltado para situações de vulnerabilidade. Mas, com o temporal de janeiro, resolvemos adaptar o espetáculo, voltando as atenções para as vítimas. Nosso intuito foi fazer as pessoas rirem, propagando a perspectiva de um futuro melhor. Rimos porque acreditamos. E as pessoas precisam crer neste futuro”, explicou o diretor artístico do projeto, Richard Riguetti, que também interpreta o palhaço ‘Café Pequeno’. “Foi ótimo trabalhar em parceria com a Secretaria de Cultura. Só temos a agradecer. A dobradinha com o Cultura nos Bairros deu certo e fez enorme sucesso, além de agregar os artistas. Excelente”, acrescentou.

As muitas crianças e adultos que prestigiaram as apresentações aprovaram. “Foi uma tarde ótima. Este despertar da alegria nas crianças é muito importante”, comentou a dona de casa Cleuza Ferraz, que se divertiu com a filha Ana Letícia, de três anos. Rosane Dourado concordou. “Música, arte, teatro, palhaços. Nossa! Muito bom! Gostei muito. Minha filha ficou encantada”, contou Rosane, que curtiu as atividades acompanhada das filhas Maria Clara, de quatro anos, e a pequena Inês, de apenas três meses.

Lançado em 2009, o projeto Cultura nos Bairros tem como objetivo levar atrações artísticas e culturais às comunidades, em praça pública, principalmente nos bairros mais afastados do centro, sempre nas tardes de domingo. Mais de 30 comunidades foram visitadas ao longo de dois anos pelo projeto, que tem coordenação do professor Ayrton Rebello, diretor da Casa de Cultura Adolpho Bloch.



Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Teresópolis
 
 
Confirmada a realização da Olimpíada dos Bairros

A Secretaria de Esportes e Lazer e a FAMEAT (Federação das Associações de Moradores e Entidades Associativas de Teresópolis) realizaram na noite desta terça-feira, 22, uma reunião visando a definição da realização da Olimpíada dos Bairros, inicialmente prevista para iniciar em 16 de janeiro deste ano.

Sob a coordenação do Secretário de Esportes, Francisco Gaspar, e do Presidente da FAMEAT, Waldir Paulino, a reunião contou com a presença dos presidentes e representantes das associações Servidão Delta, Tijuca, Granja Guarani, Pimenteiras, Pimentel, Paineiras, Jardim Cascata, Rosário, Funcionários e Campo Grande – na cidade – e das localidades de Sebastiana, Cruzeiro, Vargem Grande e Vale Alpino – no interior.

Apesar do representante do Campo Grande ter desistido da competição, os demais representantes de associações, até numa forma de prestar uma homenagem aos bairros que mais sofreram com o temporal de 12 de janeiro, sugeriram a possibilidade do mesmo formar uma só equipe representativa, junto com Posse, Cascata do Imbuí, Granja Florestal e Santa Rita. Tal definição se dará na reunião agendada para o próximo dia 11 de março, quando as associações deverão confirmar a relação de atletas e o novo sorteio nas modalidades de futebol de campo e futsal. Na reunião, também foi definido o início da Olimpíada dos Bairros: 20 de março com as partidas de futebol de campo e 21 de março com as partidas de futsal.

“Fico contente e satisfeito com a posição assumida pelos representantes das associações de moradores, que entenderam o objetivo do Governo Jorge Mario em, através da competição esportiva, iniciar um trabalho de normalização das atividades junto à comunidade teresopolitana”, ressaltou Francisco Gaspar, Secretário de Esportes.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Teresópolis 
 
 
 
Teresópolis vence o Itaperuna jogando fora de casa

A equipe do Teresópolis FC, jogou nesta quarta-feira, 24, e venceu a equipe do Itaperuna, em Itaperuna, pelo placar de 4x2. O time da Serra começou jogando bem e abriu vantagem por 2x0. Permitiu o empate do Itaperuna, mas venceu com mais dois gols. Na preliminar, vitória do Itaperuna por 3x1. Marcaram para o Teresópolis, Felipinho 2, Fabinho e Nado. A equipe serrana venceu a primeira partida no Campeonato da Segunda Divisão 2011 da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. No próximo sábado, o Tricolor do Alto recebe em casa a equipe sub-20 do Angra dos Reis, às 14h. Já a partida principal tem início às 16h. 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Teresópolis
Conselho de Desenvolvimento Rural se reúne para debater sobre a reconstrução do interior
após o temporal de 12 de janeiro

O Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável de Teresópolis reuniu-se, em sessão extraordinária, nesta quarta-feira, 23, no Teatro Municipal, localizado na Prefeitura, para explanação da situação de calamidade pública na zona rural do município. Foi traçado um panorama dos danos sociais, econômicos e estruturais causados pelo temporal de 12 de janeiro. Além disso, foram elencadas as ações prioritárias de reconstrução no que se refere ao acesso das localidades através de pontes e estradas.

De acordo com o presidente do Conselho, Secretário de Agricultura, Fernando Mendes, 42 pontes da zona rural foram danificadas pelas chuvas, sendo que a Prefeitura conseguiu junto à CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) a doação de 20 novas pontes, que serão instaladas pela EMOP. “Das outras 22 pontes que precisam ser reconstruídas ou reparadas, elencamos as cinco prioritárias, além da ponte de Sebastiana, e já encaminhamos relatórios para EMOP”, informou. As prioridades são as pontes de Pessegueiros, Cruzeiro, Cartório, km 63, Granja Mafra e Fazenda Suíça.

Fernando Mendes também enumerou as principais estradas que devem ter prioridade na reconstrução. São elas: Santa Rosa, Motas e Água Quente; Venda Nova, Imbiú, Sebastiana, Vale Alpino e Água Quente; Imbiú, Prates e Campo Limpo; Pessegueiros, Campo Limpo e Rio Preto; Holiday, Fazenda Alpina e Cruzeiro; e Vale Alpino e Gamboa. O Secretário agradeceu todo o apoio e trabalho da Emater, EMOP, Exército, e dos funcionários da Secretaria Municipal de Agricultura, além dos proprietários de máquinas que disponibilizaram os equipamentos para ajudar na desobstrução das vias. 

A reunião contou com a participação do coordenador da EMOP (Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro), Franchel Fantinatti, que explicou sobre os trabalhos realizados para disponibilização de acessos, através de estradas e pontes. Fantinatti ressaltou que a etapa emergencial, que visa o restabelecimento dos acessos às localidades do interior do município, está terminando e que, há cerca de 10 dias, foi iniciado paralelamente, o trabalho de pesquisa de campo para elaboração dos projetos de reconstrução. O engenheiro agrícola da Emater, Emerson Landgraf, também esteve presente e falou sobre os serviços feitos pela Emater e a respeito das formas de financiamentos disponíveis especialmente para os atingidos pelas chuvas.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Teresópolis

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Paulo Paim

 

Em reunião sobre mínimo, PT cobrará 'solidariedade' de dissidente

Em reunião da bancada nesta terça-feira, o PT espera demover o senador Paulo Paim (PT-RS) da ideia de apresentar emenda antecipando 2,75% do aumento do salário mínimo previsto para 2012. Com a proposta, o valor do reajuste subiria para R$ 560, valor rejeitado pelo governo de Dilma Rousseff. "Trabalhamos com a expectativa de que ele seja solidário com o governo e a proposta não se confirme. Nossa expectativa é que toda a bancada vote com o governo", disse ao iG o líder do PT no Senado, Humberto Costa. Paim disse ontem no Senado que vai discutir a questão hoje na reunião com a bancada. Em entrevista ao iG, o senador já sinalizou estar aberto para a aprovação do salário mínimo de R$ 545 desde que tenha disponibilidade para negociar uma política de aumento real dos aposentados. Na votação de quarta-feira (23) do mínimo, o governo espera que o placar da Câmara não se repita no Senado. O PT teve duas dissidências - Eudes Xavier (CE) e Francisco Praciano (AM), enquando o PMDB foi 100% fiel. Além disso, o Planalto trabalha junto à cúpula do PMDB para evitar dissidências no partido do vice-presidente, Michel Temer, agora na votação do Senado. A pedido de Dilma, Temer apelou ao partido para que não altere o texto aprovado na Câmara que fixa o salário mínimo em R$ 545 já em março. A preocupação do Planalto é que, se houver mudança no texto, o projeto pode voltar à Câmara, o que pode atrasar o reajuste.

Fonte: iG - Andréia Sadi, Brasília
Ali Abddulah Saleh
 
Confrontos entre manifestantes e partidários do regime no Iêmen

Cinco pessoas ficaram feridas nesta terça-feira em confrontos em Sanaa entre os manifestantes que reclamam a renúncia do presidente iemenita Ali Abddulah Saleh e partidários do poder. Cerca de 4.000 manifestantes, que acampavam numa esplanada diante da Universidade de Sanaa, tentaram as aproximar de outra praça situada a alguns metros de onde estavam reunidos partidários do Congresso Popular Geral (CPG, o partido no poder). Estes últimos atacaram os manifestantes, em sua maioria estudantes, com pedaços de pau e facas, e feriram cinco pessoas antes que a polícia tentasse dispersar as duas partes. Cerca de mil pessoas passaram sua segunda noite consecutiva na praça contígua à Universidade de Sanaa, que passou a ser chamada de Praça da Libertação, em referência à Praça Tahrir do Cairo, epicentro da revolta egípcia. O protesto, que exige a renúncia de Saleh, começou no domingo à noite, um dia depois de a oposição parlamentar decidir se unir à manifestação.

Fonte: AFP
Jorge Mario
 
Escritórios de reconstrução começam a funcionar nesta terça

A partir desta terça-feira, 22, das 9h às 17h, os escritórios de reconstrução da Prefeitura de Teresópolis começam a funcionar no Caleme e na Barra, na área urbana, Pessegueiros e Bonsucesso, no interior. Nos locais serão realizados atendimentos aos moradores dos bairros e arredores. Os atingidos pelo temporal de 12 de janeiro e a população em geral terão acesso a mais um canal de comunicação com o Governo Municipal. As solicitações serão encaminhadas aos Secretários responsáveis. Pesquisadores oriundos dos cursos do Projovem estarão nas tendas, todos os dias. Além disso, a cada dia, representantes das secretarias municipais também estarão prestando atendimento nos escritórios, inclusive dando retorno sobre as demandas. Nos finais de semana, além dos pesquisadores, haverá representantes das secretarias de Esportes e Lazer e de Cultura realizando atividades esportivas e culturais.  Nesta terça, 22, representantes da Secretaria de Desenvolvimento Social e Economia Solidária estarão no escritório de reconstrução de Pessegueiros, no 2º Distrito. A tenda de Bonsucesso, no 3º Distrito, contará com a presença de funcionários do Planejamento ou da Secretaria de Fiscalização de Obras Públicas. Já na área urbana, representantes da Secretaria de Educação estarão na tenda do Caleme e funcionários da Secretaria de Orçamento Participativo e Relações Comunitárias ou da Ouvidoria Geral passarão o dia no escritório de reconstrução instalado na Barra. Os escritórios de reconstrução integram o projeto do Governo Jorge Mario Informe & Ação, no qual equipes formadas por alunos do Projovem, programa de qualificação promovido pela Prefeitura e o Governo Federal, percorrem os bairros atingidos pelo temporal de 12 de janeiro para ouvir os moradores e passar as demandas para os Secretários. Os pesquisadores também distribuem o jornal Informe & Ação, que contém informações sobre as ações da Prefeitura naquela região e em todo o município. A partir de agora, dois pesquisadores continuam percorrendo os bairros e outros dois ficam baseados nos escritórios de reconstrução. 
Localização dos escritórios de reconstrução
Barra – Praça Maria Corina (em frente à Igreja Católica Sagrado Coração de Jesus) 
Caleme – em frente à Igreja Católica Nossa Senhora da Paz
Pessegueiros – Estrada Rio-Bahia, Km 61 (em frente à Igreja Católica São José e São Charbel) 
Bonsucesso – Estrada Teresópolis-Friburgo (em frente à quadra esportiva Show de Bola)

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefgeitura Municipal de Teresópolis

Chris Hoy

 

Campeão olímpico inaugura velódromo que será utilizado na Olimpíada de Londres-2012


O ciclista britânico Chris Hoy foi a grande estrela da inauguração do velódromo que será utilizado na Olimpíada de Londres, em 2012, em cerimônia realizada nesta terça-feira (22). Ganhador de quatro medalhas de ouro olímpicas, três delas em Pequim-2008, (velocidade, velocidade por equipes e Keirin), Hoy puxou a fila de ciclistas britânicos que deram voltas pela pista do velódromo.  Victoria Pendleton e Jason Kenny, também campeões olímpicos, também participaram do evento, chefiado pelo presidente do Comitê Organizador dos Jogos, o ex-corredor Sebastian Coe. O velódromo tem capacidade para 6.000 espectadores e receberá as provas de 2 a 7 de agosto.  Um dos esportes favoritos dos britânicos, o ciclismo de pista terá ingressos entre os mais caros da Olimpíada, com preços que vão de R$ 54 (20 libras) a R$ 875 (325 libras).

Fonte: R7

 

 

Café nacional terá a mesma qualidade do exportado

O Ministério da Agricultura estabeleceu novas regras para monitorar a qualidade do café. O produto vai ser fiscalizado também depois de torrado e moído. Até então, somente os grãos passavam pela classificação. Com a mudança, o governo federal quer definir um novo padrão de qualidade para o consumidor. Agora, o grão de impureza não poderá ultrapassar 1% do peso final do produto, como já ocorre no produto exportado. A alteração foi determinada pela instrução normativa 16, que já está em vigor. Para fazer valer a norma, falta a formação de novos profissionais para o serviço de fiscalização, que será feito através da coleta e análise de grãos nos pontos de venda. Novos cursos serão oferecidos para que isso aconteça o mais rápido possível. A Ufla (Universidade Federal de Lavras) é uma das instituições que oferecem laboratórios aptos à capacitação dos fiscais. O Brasil é o maior produtor da café do mundo e exporta para países como Alemanha, Itália e Japão. Dentro do país, o consumo médio é de 4,3 quilos de café torrado e moído por habitante ao ano. O especialista Alselmo Magno de Paula lembra que o respeito ao consumidor vai muito além de uma questão de gosto. "A gente não pode esquecer que o café é um alimento. Um café de qualidade superior traz mais nutrientes que um café de baixa qualidade".


Fonte: Alerta do Google

Marinor Brito

 

Senadora ingressará com representação criminal contra prefeito de Manaus 

A senadora Marinor Brito, líder do PSOL no Senado Federal, anunciou nesta-segunda que ingressará com uma representação na Procuradoria Geral da República contra o prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, pelo suposto crime de preconceito quanto a migrante e discriminação. O prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, visitou nesta segunda-feira, uma área de risco, onde uma mulher e duas crianças morreram soterradas no fim de semana. Uma moradora desabrigada abordou o prefeito e disse que não poderia sair do local de risco pois não tinha para onde ir. Amazonino reagiu dizendo: "Minha filha, então, morra". Em seguida, o prefeito perguntou a origem da moça. Ao ouvir que ela veio do estado do Pará, disse que "estava tudo explicado". Segundo a senadora, a atitude do prefeito reforça o conceito da sociedade com relação aos migrantes, especialmente as pessoas originárias do estado do Pará, colocando-as em situação de inferioridade em relação aos demais brasileiros. Em sua defesa, Amazonino afirmou que tudo não passou de um grande mal-entendido.

Fonte: Jornal do Brasil
Solange Cirico
 
 
Secretaria de Saúde mantém plantão em saúde mental para vítimas das chuvas

Além do atendimento emergencial às vítimas do temporal de 12 de janeiro, com abrigos, roupas e cestas básicas, bem como orientação e encaminhamento para requerimento de documentos e de cadastramento para o aluguel social, a Prefeitura de Teresópolis continua mantendo atendimento na área de saúde mental. O objetivo do acompanhamento psicológico e psiquiátrico é ajudar as pessoas vitimizadas pelas chuvas a lidar com o trauma vivido nas horas mais intensas da tragédia, bem como no período pós-temporal.  “Depois do atendimento imediato para cuidar dos traumas físicos, fraturas e lesões das pessoas atingidas pelo temporal de janeiro, nossa preocupação se voltou para o impacto psicológico e as seqüelas emocionais nesta parcela da população, bem como nos profissionais de saúde”, explica a Secretária Municipal de Saúde, Solange Cirico.  Segundo ela, a organização Médicos sem Fronteiras mobilizou profissionais de saúde, em parceria com o Unifeso (Centro Universitário Serra dos Órgãos) e a Divisão de Saúde Mental da Secretaria de Saúde, e desde janeiro equipes dessas instituições vêm prestando atendimento nos abrigos e nas comunidades afetadas.  “Esse atendimento de saúde mental pós-calamidade é fundamental, pois neste período é comum que as pessoas descontem a dor da perda e suas angústias no álcool e nas drogas. Outras desenvolvem depressão, sendo que o agravamento desse quadro pode levar até ao suicídio”, comenta a Secretária de Saúde.  Para melhor atender esta população específica, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Divisão de Saúde Mental, vem mantendo plantões para atendimento em psicologia e de psiquiatria para crianças, adolescentes e adultos no Programa de Saúde Mental, instalado na sede da Secretaria de Saúde (Rua Júlio Rosa, 366 – Tijuca). O telefone para informações é 3642-2776.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Teresópolis

Michel Gondry

 

Michel Gondry será presidente de júri de curtas em Cannes


O cineasta francês Michel Gondry será o presidente do júri de curtas-metragens e do programa Cinéfondation do Festival de Cannes deste ano. Em sua 64ª edição, o festival acontece entre os dias 11 e 22 de maio em Paris. Gondry, diretor de filmes como "Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças" e "Rebobine Por Favor", já esteve outras três vezes em Cannes. Em 2001 apresentou o filme "Natureza Humana", em 2008 o documentário "Tokyo!" e em 2009 o documentário "The Thorn In The Heart". O último filme dirigido por Gondry é "O Besouro Verde", que estreou na última sexta-feira, 18, nos cinemas brasileiros.

Fonte: Último Segundo 
Dilma Rousseff
 
Sem liberdade de imprensa não há democracia

Presidenta Dilma Rousseff, ao lado do vice-presidente Michel Temer e do diretor de redação da Folha de S. Paulo, Otávio Frias Filho, assiste a cerimônia de comemoração do aniversário de 90 anos da Folha. Foto: Roberto Stuckert Filho/PRUma imprensa livre, plural e investigativa é imprescindível na democracia, afirmou a presidenta Dilma Rousseff nesta segunda-feira (21/2), na cerimônia de comemoração dos 90 anos da Folha de S. Paulo. Segundo a presidenta, a multiplicidade de pontos de vista e a abordagem investigativa dos grandes temas de interesse nacional constituem requisitos indispensáveis para o pleno usufruto da democracia e o amadurecimento da consciência cívica de uma sociedade. “Um governo que não sabe escutar nas críticas dos jornais a voz dos eleitores não consegue ter um compromisso real com a democracia. Porque a democracia exige o contraditório e a vigilância sobre os governantes (…). Ao comemorar o aniversário de 90 anos da Folha de S.Paulo, um grande jornal brasileiro, o que estamos celebrando é também a existência dessas liberdades no Brasil”, disse. Durante a cerimônia, a presidenta enfatizou que o exercício democrático nem sempre foi possível no Brasil e que a liberdade de opinião apenas se consagrou com o fim da ditadura militar. Como exemplo, citou o fato de o primeiro jornal brasileiro ter sido impresso em Londres, a partir de 1808, em função da censura.  “Nestes 188 anos de independência, é necessário reconhecer que, na maior parte do tempo, a imprensa brasileira viveu sob algum tipo de censura. De Libero Badaró a Wladimir Herzog, ser um jornalista no Brasil tem sido um ato de coragem. É esta coragem que aplaudo hoje no aniversário da Folha”. Ao término do discurso, a presidenta Dilma frisou: “Por fim reitero que no Brasil de hoje, com uma democracia tão nova, todos nós devemos preferir um milhão de vezes o som de vozes críticas ao silêncio das ditaduras”.

Foonte: Blog do Planalto

 

 

Tragédia na Região Serrana do Rio não implicará em aumento dos custos de seguros, diz especialista